censo previdenciário

[CENSO PREVIDENCIÁRIO] Servidores que não fizeram Censo terão nova oportunidade de atendimento

Postado em Atualizado em

Por SEARH

A partir desta segunda-feira (11), os servidores ativos, aposentados e pensionistas que não fizeram ou não concluíram o Censo Previdenciário do Rio Grande do Norte terão uma nova oportunidade para atualizarem seus dados cadastrais. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (Searh) e do Instituto de Previdência do Rio Grande do Norte (Ipern), realizará atendimentos no horário das 8 às 17h. Porém, é preciso realizar agendamento prévio no site www.melhorparavoce.rn.gov.br.

Para os servidores ativos, o atendimento será realizado na sede da Searh, no Centro Administrativo; já para atender aos aposentados e pensionistas, o atendimento será feito na sede do Ipern, em Natal, e nas agências do Ipern em três municípios: Mossoró, Caicó e Currais Novos. É importante que os servidores fiquem atentos à documentação necessária para a realização do censo. A lista de documentos está disponível no site supracitado.

Se o servidor ou pensionista não puder comparecer presencialmente ao local de atendimento, no caso de portar doença que caracterize isolamento ou repouso, ele poderá realizar o Censo através de um atendimento domiciliar. Para isso, um ente familiar seu deve comparecer à Searh ou ao Ipern para apresentar declaração ou atestado médico com CID indicando a doença que o impede de se recadastrar presencialmente e agendar o atendimento domiciliar.

O Censo Cadastral Previdenciário é uma realização é do Governo do Estado, por meio da Searh e do Ipern, em parceria com o Ministério da Previdência Social e o Banco Interamericano de Desenvolvimento. Foram convocados aproximadamente 99 mil segurados e dependentes do Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores do Estado do Rio Grande do Norte (RPPS/RN) no período de 26 de outubro de 2015 a 18 de março de 2016. Do total, 5.828 não se recadastraram e tiveram o pagamento da sua remuneração, provento de aposentadoria ou pensão bloqueado, salvo exceções do Decreto Nº 25.518, que estão sendo analisadas caso a caso.

Para regularizar a situação, o servidor deve realizar o recenseamento. O restabelecimento do pagamento daqueles que se recadastrarem dar-se-á na folha de pagamento imediatamente posterior ao mês da regularização, assim como deverá ser restituído nessa folha o pagamento da diferença bloqueada.

Censo Cadastral Previdenciário dos servidores do Estado termina nessa sexta-feira

Postado em

Por SEARH

O Censo Cadastral Previdenciário dos servidores ativos, aposentados e pensionistas do Governo do Estado do Rio Grande do Norte lotados e residentes no interior termina próxima sexta-feira (18).  Essa é a última etapa do censo e acontece simultaneamente em 16 municípios-polo, contemplando todas as regiões do Estado.

Os atendimentos para atualização dos dados cadastrais estão sendo realizados nas Centrais do Cidadão nos seguintes municípios: Açu, Apodi, Ceará-Mirim, João Câmara, Mossoró, Nova Cruz, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz e São Paulo do Potengi.  Nas cidades de Angicos, Caicó, Macau e Umarizal o atendimento acontece nas Diretorias Regionais de Educação e Cultura (Direc), em Currais Novos na Agência do Ipern e em Goianinha na Escola Estadual João Tibúrcio.

Caso o servidor não resida ou trabalhe em alguma dessas cidades, ele deve realizar o recadastramento no munícipio-polo mais próximo.

É importante salientar que quem não atualizar seus dados previdenciários terá o pagamento ou benefício bloqueado a partir do mês imediatamente posterior ao encerramento do Censo. O recadastramento é uma obrigação legal e realizada de forma presencial.

A lista com os documentos necessários para realização do recadastramento está disponível no site www.melhorparavoce.rn.gov.br. Mais informações no referido site ou pelo telefone 3232-1076.

O Censo Cadastral Previdenciário do Rio Grande do Norte é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Searh e do Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais (Ipern), em parceria com o Ministério da Previdência Social e do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Censo para servidores do interior do Estado começa no próximo dia 15 de fevereiro

Postado em

Por SEARH/RN

O Governo do Rio Grande do Norte inicia, no próximo dia 15, a terceira etapa do Censo Cadastral Previdenciário destinada aos servidores ativos, aposentados e pensionistas do interior do Estado. Ao todo, são 16 municípios-polo onde vão acontecer os atendimentos, das 8 às 17h. O recadastramento é obrigatório e realizado de forma presencial. Quem não atualizar os dados previdenciários, terá pagamento de sua remuneração ou provento bloqueado a partir do mês imediatamente posterior ao final do Censo, que se encerra no dia 11 de março.

O recadastramento é um projeto piloto do Ministério da Previdência Social (MPS), financiado com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). No RN, os trabalhos são coordenados pela Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (Searh) e pelo Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais (Ipern).

Os 16 municípios onde os servidores poderão realizar o recenseamento são: Açu, Angicos, Apodi, Caicó, Ceará-Mirim, Currais Novos, Goianinha, João Câmara, Macau, Mossoró, Nova Cruz, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz, São Paulo do Potengi e Umarizal. Caso o servidor não resida ou trabalhe em alguma dessas cidades, ele deve realizar o recadastramento no polo mais próximo.

A lista com os locais de atendimento e documentos necessários para o Censo está disponível no site www.melhorparavoce.rn.gov.br. O servidor ativo, aposentado ou pensionista que não levar a documentação completa, inclusive a de seus dependentes caso possua, não poderá realizar o recadastramento.

É importante ressaltar para os servidores que terão que se deslocar de seus municípios de origem para as cidades-polo que atentem para a documentação, a fim de não precisarem retornar outro dia para conseguirem atualizar os dados previdenciários. Isso evita a formação de filas e atrasos no atendimento.

Atendimentos na Searh

Os servidores ativos, aposentados e pensionistas de Natal e São Gonçalo do Amarante, que foram convocados na primeira e na segunda fase do Censo Previdenciário, mas que ainda não compareceram aos locais de atendimento, podem continuar a fazer o recadastramento até 11 de março, sem prejuízo para qualquer servidor. O atendimento será feito no auditório da Searh, também das 8 às 17h.

Mais informações no site www.melhorparavoce.rn.gov.br ou pelo telefone 3232-1076.

Servidores aposentados e pensionistas que não realizarem o Censo Previdenciário terão benefícios suspensos

Postado em

Por Governo do RN

Os servidores aposentados e pensionistas, residentes em Natal e no município de São Gonçalo do Amarante, que ainda não fizeram o Censo Previdenciário Cadastral do Rio Grande do Norte, devem comparecer à Escola de Governo, localizada no Centro Administrativo, até o próximo dia 5 de fevereiro, quando encerra a segunda etapa do recadastramento, para fazer a atualização dos dados cadastrais.

Os beneficiários, que não fizerem a atualização cadastral, terão o pagamento bloqueado a partir do mês imediatamente posterior ao final do Censo, ficando a liberação condicionada à sua realização. Vale ressaltar que o atendimento vem ocorrendo com tranquilidade, mas se muitos deixarem para a última hora, haverá transtornos com formação de filas e aumento no tempo de espera.

O serviço de atendimento foi projetado para atender cerca de mil pessoas por dia. Até a semana passada, a média era de seiscentas pessoas diariamente. Nesta semana, chegou a oitocentos atendimentos/dia.

A partir do dia 15 de fevereiro começa a terceira e última etapa do Censo, que irá até o dia 11 de março, abrangendo os servidores da ativa, aposentados e pensionistas residentes no interior do Estado.

O Censo Previdenciário Cadastral do RN é uma iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos e do Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais, em parceria com o Ministério da Previdência Social e do Banco Interamericano de Desenvolvimento. O recadastramento é uma obrigação legal e realizada de forma presencial.

Mais informações em www.melhorparavoce.rn.gov.br.