[CONCURSO DA PMRN] Publicado resultado final da redação e convocação para exames de saúde

Postado em

Por Glaucia Paiva

concurso-pmrnO Diário Oficial desta quinta-feira (20) trouxe publicado o tão esperado resultado final da redação do concurso de Praças da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte.

Além do resultado final, também foi publicado o edital de convocação de todos os candidatos que passaram na redação para a realização dos exames de saúde.

Foram aprovados na redação, cerca de 1.600 candidatos, os quais passaram para a próxima etapa do certame que é o exame de saúde.

De acordo com o edital de convocação dos exames de saúde, conforme já havia adiantado o blog, os candidatos devem agilizar os exames para apresentação à Comissão de Saúde do concurso da PM a partir do dia 21 de janeiro de 2019, seguindo até o dia 1° de fevereiro de 2019.

Além dos exames de saúde, os candidatos devem apresentar o cartão de vacina atualizado no dia da realização da etapa dos exames de saúde.

Confira o resultado final da redação e o edital de convocação dos candidatos para o exame de saúde:

RESULTADO FINAL DA REDAÇÃO

CONVOCAÇÃO PARA OS EXAMES DE SAÚDE

Governo e PM negociam sobre pagamento de décimos e salários

Postado em

Por Glaucia Paiva, com informações da Tribuna do Norte

dsc_0180Após deliberarem em assembleia geral uma possível movimentação para a próxima sexta-feira (21) caso o Governo do Estado não se posicione quanto ao pagamento do décimo terceiro de 2017 e 2018 e do salário de dezembro, o Governo do Estado e representantes da categoria policial militar sentam na tarde desta quinta-feira (20) para negociar um acordo e pôr fim ao movimento da categoria.

Com reunião marcada para às 14 horas desta quinta-feira (20), os representantes das associações dos militares estaduais sentam com o Governo do Estado em busca de solucionar o pagamento do décimo terceiro de 2017, que já está atrasado há um ano, além de posicionamento do Governo sobre o décimo de 2018 e o pagamento do salário de dezembro.

Além de manter o diálogo com o atual Governador Robinson Faria, os representantes das associações dos militares estaduais também protocolaram expediente junto à equipe de transição da Governadora eleita Fátima Bezerra, no intuito de tratar sobre os pagamentos de dezembro e do décimo terceiro de 2018.

Por enquanto, de acordo com o Subtentente Eliabe, presidente da Associação de Subtenentes e Sargentos, o início da movimentação está mantida para essa sexta (20).

Coronel Araújo alerta para quantidade insuficiente de efetivo na segurança do RN

Postado em

Cel-AraC3BAjo-3-750x499Prestes a assumir a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, o coronel Francisco Canindé Araújo Silva analisa que as dificuldades enfrentadas pelo setor aumentaram e os maiores problemas estão na quantidade insuficiente de efetivo e na falta da estrutura adequada para trabalhar.

Em entrevista à 96 FM, Araújo Silva informou que a Polícia Civil trabalha com aproximadamente 30% do efetivo enquanto a Polícia Militar com 60% da quantidade prevista. “Temos que suprir essa necessidade de forma eficaz, empregar o efetivo de forma diferenciada. Pretendemos trabalhar em conjunto com o Observatório da Violência do Rio Grande do Norte (Obvio) para fazer um levantamento atual das áreas onde ocorre os maiores índices de criminalidade”, afirmou.

Questionado em relação a postura adotada para combater as ações de facções criminosas, o futuro auxiliar da governadora eleita Fátima Bezerra declarou que “a partir de 2019, iremos fazer ações integradas com os estados da Paraíba e do Ceará que fazem divisa com o RN para realizar ações concentradas aumentando a fiscalização nas fronteiras para diminuir a criminalidade”.

Segundo uma pesquisa divulgada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o Rio Grande do Norte passou a ser considerado o Estado mais violento do Brasil. Em 2017, foi registrada a taxa de 68 mortes violentas, após um crescimento de 19,4%, em 2016.

FONTE: Agora RN

Comissão do Concurso da PM orienta candidatos a agilizarem exames de saúde

Postado em

siteA Comissão de Coordenação Geral do Concurso Público para Praças da Polícia Militar está orientando os candidatos que atingiram o ponto de corte nas redações a adiantarem os exames de saúde, previstos no item 9 do Edital n° 003/2018 – SEARH/PMRN, de modo a agilizar a confecção e os resultados dos respectivos exames.

De acordo com o Tenente Coronel PM Antônio Pessoa de Souza Júnior, membro da Comissão no âmbito da Polícia Militar e da Secretaria de Administração e Recursos Humanos, o resultado final das redações deverá ser divulgado na data provável de 19 de dezembro, quarta-feira próxima, e os exames de saúde iniciarão na data provável de 21 de janeiro de 2019.

Com o provável prazo, os candidatos terão aproximadamente 20 dias úteis para a confecção dos exames laboratoriais e respectivos laudos, que, conforme item 9.5 do edital correrão a expensas dos candidatos.

“Os candidatos terão que apresentar 29 exames laboratoriais e seus respectivos laudos constantes no anexo V do edital, o que demanda tempo em sua confecção. Por isso, a necessidade de os candidatos realizarem os exames tão logo saia o resultado final da redação, que está previsto para ocorrer no dia 19 de dezembro”, explicou o Tenente Coronel PM Antônio Pessoa.

Leia o edital e veja quais são os exames que deverão ser entregues pelo candidato no Anexo V:

Polícia Militar promoverá “Natal da PM” no Quartel do Comando Geral

Postado em

IMG-20181217-WA0000Em clima de confraternização, a Polícia Militar do RN estará promovendo o “Natal da PM” na próxima quinta-feira (20), a partir das 19 horas.

O evento reunirá atrações musicais com a participação da Banda de Música da Polícia Militar, do Tenente Moisés “O Policial Cantor” e da banda “Dasta and The Smoking Snakes”. Também haverá a participação do Capitão Capelão Rocha e exposições de carros e motocicletas clássicos, além de uma praça de alimentação.

O “Natal da PM” promete uma noite entre amigos e a família policial militar.

SERVIÇO:

Evento: Natal da PM

Data: 20/12/2018 (QUINTA-FEIRA)

Horário: 19h

Local: Quartel do Comando Geral da PMRN – av. Rodrigues Alves, s/n, Tirol, Natal/RN

FONTE: PMRN

Sem previsão de salários, Associações de Militares convocam categoria para decidir movimentação

Postado em

Por Glaucia Paiva

concurso-pmrnCom a negativa do Tribunal de Justiça acerca da antecipação das receitas dos royalties e sem qualquer perspectiva para a conclusão do pagamento do 13° salário do ano de 2017 e para o pagamento do 13° salário de 2018 e o salário de dezembro, as associações dos militares estaduais decidiram convocar a categoria policial e bombeiro militar para uma Assembleia Geral onde irá decidir sobre uma possível movimentação.

A convocação da categoria para uma Assembleia Geral para a próxima terça-feira (18) foi feita pelas associações de oficiais e praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar após uma reunião entre os dirigentes das associações nesta sexta (14).

Por serem os mais prejudicados pela atuação situação de atraso dos salários, haja vista ainda não terem nem recebido o décimo terceiro de 2017, os Sargentos, Subtenentes e Oficiais se reunirão em um primeiro momento na próxima terça-feira (18), a partir das 14 horas, no Clube dos Oficiais. Estima-se que os mesmos correspondem a mais de 35% do efetivo da Polícia Militar, ou seja, 35% das famílias dos policiais militares que recebem mais de R$ 5 mil não receberam sequer o décimo de 2017.

Já os Cabos e Soldados se reunirão, a partir das 15 horas, também da terça-feira (18), no Clube Tiradentes. Espera-se que até o início da reunião dos Cabos e Soldados, os Sargentos, Subtenentes e Oficiais já tenham deliberado por uma possível movimentação.

Na pauta das reuniões estão as condições de trabalho, o pagamento dos 13° salários de 2017 e 2018 e a previsão de pagamento do salário de dezembro.

Salário poderá ser fatiado

Postado em Atualizado em

salariosO grito dos servidores públicos estaduais na rampa de acesso à Governadoria, em protesto ao atraso de salários, pouco incomodou o Governador Robinson Faria (PSD) na manhã desta terça-feira, 27. A 35 dias de concluir sua gestão, ele não teme qualquer reação do lado de fora de seu gabinete de trabalho. Na verdade, nunca se incomodou. Foi assim nos quatro anos de governo; de pouco diálogo e sangue frio durante as manifestações de servidores.

Robinson foi condenado pelas urnas, quando recebeu uma votação sofrível na tentativa de renovar o mandato. O eleitor potiguar disse “não”. O servidor público, sofrido, certamente engrossou a fila dos que não permitiram a reeleição.

Sem a nada a perder, nesse momento, até porque a sua carreira política caminha para o fim, Robinson Faria não vai dobrar os joelhos a essa altura do campeonato. Nem perderá uma noite de sono por não pagar os salários em dia.

Como diz o ditado popular: “se réi pra lá”.

A situação é bem crítica. O governo não diz se vai concluir o pagamento dos servidores este ano. Em pouco mais de um mês, tem para honrar três folhas completas: novembro, dezembro e o 13º salário de 2018; e duas a pagar: outubro e o 13º de 2017. A soma chega a R$ 1,4 bilhão, segundo cálculo feito pelo Fórum de Servidores.

Com o cofre quebrado, consequência do desequilíbrio fiscal que se agravou nos últimos três anos, muito dificilmente o atual governo honrará o seu dever, embora se alimenta a expectativa de o Judiciário liberar o governo para contratar empréstimo (antecipação dos royalties) para pagar salários. Essa possibilidade, porém, é remota, até porque o Estado perdeu o seu poder de endividamento.

Os servidores públicos têm outro motivo para aumentar a sua preocupação. É que escapa rumores, de dentro do processo de transição de governo, a proposta de o governo fatiar o pagamento dos salários atrasados em longas e suaves prestações, que seria honrada na gestão da sucessora Fátima Bezerra (PT). De público, ninguém admite, porém a possibilidade está sendo ventilada.

Se levado a termo, a próxima gestão se iniciará com o compromisso de pagar o mês trabalhado e uma folha paralela com as parcelas do atraso.

Mais ou menos como ocorreu em Mossoró. O ex-prefeito Silveira deixou dois meses de salários e o 13º salário de 2016 atrasados, além de gratificações do PMAQ e plantões. A prefeita Rosalba Ciarlini, quando assumiu passou a pagar o salário em dia e dividiu a “herança maldita” deixada por Silveira em várias parcelas.

Foi a única saída para colocar em dia o pagamento do funcionalismo público.

FONTE: Jornal De Fato

OBS.: Em Mossoró, a atual Prefeita Rosalba Ciarlini adotou medida parecida. No entanto, na sua gestão ela não dividiu sequer os salários atrasados. O décimo terceiro do ano de 2016 só veio a ser pago no mês de maio de 2018.