esclarecimento

Comandante Geral publica nota esclarecendo atraso de retroativo

Postado em

Por Sd Glaucia

O Comandante Geral da Polícia Militar do RN, Coronel Araújo, publicou em seu blog uma nota esclarecendo e lamentando o atraso do pagamento do retroativo dos policiais militares promovidos recentemente.

Segundo a nota, o Secretário Chefe do Gabinete Civil havia garantido o pagamento em folha complementar das parcelas atrasadas dos PM’s. Contudo, o pagamento foi realizado apenas para os oficiais e graduados devido a um erro administrativo.

O Comandante Geral informou ainda que irá entrar em contato com o Secretário a fim de garantir a regularização dos salários conforme havia acordado com o Governo.

Confira a nota:

Gostaria de lamentar o fato dos polícias militares formados em 2010.2 e 2011 não terem recebido, em folha complementar, as parcelas atrasadas de seus salários, conforme havia sido garantido pelo Secretário de Administração e divulgado neste Blog.

Esclareço que recebi a informação que somente foi regularizada a situação dos Oficiais e dos Graduados por um erro administrativo, durante a emissão da folha complementar.

Entretanto, na próxima semana, vou interagi com o Secretário de Administração, a fim de que todos os policiais militares tenham seus salários devidamente regularizados, recebendo seus vencimentos de acordo com o que havia sido acordado.

Esclarecimento

Postado em Atualizado em

Recebi a informação de que alguém estaria se identificando como a minha pessoa para realizar comentários ofensivos em alguns blogues e sites relacionados à Polícia Militar.

Informo que raras são as vezes que posto algum comentário em qualquer site, apenas comento quando se refere à minha pessoa ou congratulando por determinadas situações.

Este blog e esta policial sempre prezou pelo respeito e o princípio da camaradagem, mesmo quando respondendo comentários ofensivos à minha pessoa.

Jamais esse veículo de comunicação aprovou qualquer comentário que ofendesse a honra ou a moral de outra pessoa, nem tampouco tomaria tais atitudes contrárias em outros meios de comunicação.

Informo ainda que a atitude tomada por essa pessoa configura crime devidamente tipificado no Código Penal Brasileiro, bem como no Código Penal Militar, e transgressão disciplinar, conforme o RDPM.

Exponho ainda minha indignação em relação a tal atitude, já que visa apenas macular a imagem desta praça perante seus pares por motivos desconhecidos da minha pessoa.

Sei que o blog incomoda a muitos, mas continuarei mantendo a mesma postura para que os operadores de segurança pública do Estado e a população norte-riograndense tenham acesso a uma informação imparcial e, acima de tudo, verdadeira.

Por fim, espero que tal acontecimento não volte a se repetir, já que estou disposta a levar até as últimas instâncias caso essa pessoa insista em cometer o mesmo crime.

Nota de Esclarecimento da Associação de Subtenentes e Sargentos

Postado em

A Associação dos Subtenentes e Sargentos por sua diretoria executiva esclarece aos seus associados que a rescisão ocorrida com a Dra. Kátia Nunes, como ela mesma encontra-se amplamente divulgando, ocorreu a pedido de vários associados, tendo a entidade já contratado profissional altamente qualificado para atuar na defesa dos associados. Para tanto, a entidade aguarda da referida profissional a entrega do Relatório de todos os processos acompanhado do respectivo substabelecimento, documento este que transfere os poderes conferidos a um advogado para outro advogado.

A Associação solicita e orienta aos seus associados que não retirem diretamente do escritório da Dra. Kátia o referido substabelecimento, já que a prestação de serviços fora contratado pela entidade para atender a instituição e os seus associados. Tal postura com certeza acarretará prejuízo no controle dos processos e cobrança de honorários. Informamos ainda que tal medida visa melhorar cada vez mais os serviços oferecidos aos nossos associados. Portanto, tranqüilizamos a todos que ninguém ficará sem a devida assistência jurídica.

Atenciosamente,

Eliabe Marques – Presidente executivo da ASSPMBM/RN

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RN EMITE NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE CONCURSO FOTOGRÁFICO "A CARA DA CORRUPÇÃO"

Postado em Atualizado em

Após a polêmica causada no meio interno da Polícia Militar do Rio Grande do Norte em relação ao resultado de um Concurso Fotográfico promovido pelo Ministério Público Estadual, o qual teve por objetivo suscitar a reflexão e o registro de imagens que transmitissem a idéia de corrupção, o MPRN resolveu emitir uma nota de esclarecimento sobre o referido concurso.

O concurso intitulado “A Cara da Corrupção” teve como uma das imagens vencedoras a foto de um policial militar com uma nota de R$ 50, o que causou desconforto no meio policial por associar a imagem de um profissional de segurança pública do Estado com a da corrupção.

Para muitos policiais militares o resultado do concurso fotográfico desvaloriza a instituição, já que a corrupção é um mal que atinge muitas profissões, inclusive membros do próprio Ministério Público brasileiro.

Para sanar o mal estar causado na centenária Instituição Militar Estadual, o Ministério Público do RN emitiu uma nota de esclarecimento, a pedido da vereadora Sargento Regina, ressaltando o respeito e confiança do MPRN para com a PMRN.

Confira a nota de esclarecimento do MPRN:

NOTA DE ESCLARECIMENTO
(CONCURSO FOTOGRÁFICO)

Em atenção aos Excelentíssimos Senhores Vereadores Municipais de Natal, em especial à Vereadora Sargento Regina, venho, respeitosamente, através da presente Nota reafirmar, antes de tudo, a confiança e respeito do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte na Polícia Militar, parceira de todas as horas.

Feito isso, informo que realizamos através do Centro de Apoio às Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Combate à Sonegação Fiscal e ao Nepotismo concurso fotográfico intitulado “A Cara da Corrupção”, evento com o caráter estritamente cultural e que, conforme seu próprio Regulamento, teve o objetivo de suscitar a reflexão e o registro de imagens que pudessem transmitir a idéia de corrupção ou de combate à corrupção.

Informo, ainda, que o referido Concurso apresentou entre seus vencedores fotografia que retratava eventual corrupção policial, talvez tendo como inspiração acontecimento fático ocorrido na via costeira, recentemente divulgada pela Imprensa Nacional, já que não havia qualquer restrição a abordagem de temas.

Contudo, reconhecendo que tal certame provocou desconforto institucional, o que em nenhum momento foi a intenção do MInistério Público, comunico que adotei providências para a cessação de qualquer divulgação do concurso na página do MInistério Público, como também determinei o cancelamento de exposição que estava aprazada para acontecer na sede da Procuradoria Geral de Justiça no final do mês.

Com a mesma atenção que cordialmente repasso esses esclarecimentos aos Excelentíssimos Senhores Vereadores, destaco que comuniquei pessalmente as providências adotadas ao digno Comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, Coronel Francisco Canindé de Araújo.

Atenciosamente,

MANOEL ONOFRE DE SOUZA NETO
Procurador Geral de Justiça
Matéria criada pela Sd Glaucia, com informações de Sargento Regina

ESCLARECIMENTO SOBRE 1/3 DE FÉRIAS

Postado em Atualizado em

Muitos policiais estão questionando sobre o pagamento do 1/3 de férias pelo Governo do Rio Grande do Norte.

Em meio às reclamações, o blog entrou em contato com a Secretaria de Administração do Estado (SEARH/RN) para ter informações precisas sobre o problema ocorrido no pagamento do direito constitucional dos policiais militares do RN.

A Secretaria de Administração nos informou que as férias dos servidores públicos dos órgãos que encaminharam a relação de pessoal até último dia 16 de março, data em que a folha de pagamento fora fechada, foram pagas devidamente no mês de março, ou seja, no pagamento atual. Contudo, ao questionar sobre o Órgão da Polícia Militar, a Secretaria de Administração nos informou que o envio da relação de pessoal pela PMRN só se deu no dia posterior ao fechamento da folha de pagamentos, ou seja, só foi enviada a relação do pessoal no dia 17 de março, o que impossibilitou a implantação do 1/3 de férias aos servidores policiais militares.

Em um contato anterior com a Diretoria de Finanças, o blog recebeu a informação de que a relação havia sido enviada normalmente, não sabendo o motivo do não pagamento da remuneração devida. Contudo, não foi informado o dia correto do envio da relação de pessoal à SEARH.

Ainda segundo a SEARH, o pagamento desses servidores deverá ocorrer no final de abril, não sendo informadas as turmas corretas.

Matéria criada pela Sd Glaucia, com informações da SEARH

COMANDANTE GERAL DA PMRN E COMANDANTE DO 2º BPM IRÃO APURAR DENÚNCIAS DE MAUS TRATOS A ALUNOS EM FORMAÇÃO

Postado em Atualizado em

Após a denúncia no blog da jornalista Thaisa Galvão, o Comandante Geral da Polícia Militar e o Comandante do 2º Batalhão, em Mossoró, enviaram uma nota repudiando os fatos e afirmando que as denúncias irão ser devidmente apuradas.

Segundo as denúncias, os alunos soldados, em formação no 2º BPM, estariam sofrendo com situações humilhantes e vexatórias, injustificáveis para o serviço policial.

Confira a nota do Comandante Geral da PMRN, Coronel Araújo:

Amiga Thaisa, tomei conhecimento desse fato às 21 horas da terça-feira, e já determinei ao Coronel Reinaldo – Comandante do Policiamento do Interior, e ao Coronel Rocha Silva – Diretor de Ensino, para apurarem essas denúncias. Não admitimos desvios de conduta na Polícia Militar e todos os fatos serão apurados.

Sendo confirmada a veracidade, os responsáveis serão responsabilizados.

Atenciosamente,

Araújo – Coronel PM – Comandante Geral.

Agora, confira a nota do Comandante do 2º BPM, Tenente Coronel Eliezer:

Quero expressar que, como o Comando da PMRN e as doutrinas da instituição, também não admito maus tratos a nenhum colega de trabalho, bem como tratamento desumano, principalmente com aqueles que estão em formação. A denúncia será investigada e os abusos, caso venham a ser comprovados, serão disciplinados dentro do que prescreve a legalidade vigente.

No entanto, algumas questões, tais como o serviço dos Al Sd PM são internos, acompanhados por efetivo devidamente monitorado, que serve como aprendizado às adaptações das jornadas de trabalho desenvolvidos pela Polícia Militar.

No aquartelamento, este trabalho desenvolvido pelos Al Sd tem o caráter mais pedagógico do que efetivamente de segurança do aquartelamento, que é de responsabilidade da Guarda específica e que funciona diuturnamente nos quartéis da PM.

Somos gratos pela denúncia, pois somente com a participação de todos consiguiremos excelência no nosso existir.

Grato,

TC ELIEZER.

Matéria criada pela Sd Glaucia, com informações de Thaisa Galvão

TENENTE CORONEL MENDONÇA ESCLARECE REUNIÃO COM O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA

Postado em Atualizado em

Ao verificar a grande repercussão entre os praças da visita da Associação dos Oficiais ao Secretário de Segurança, Aldair da Rocha, o Tenente Coronel Mendonça, presidente da associação, entrou em contato com o blog para esclarecer algumas questões surgidas após a reunião, como a possível tabela de subsídio.

O Coronel Mendonça, em conversa com o blog, afirmou que a reunião ocorrida no último dia 16, quarta-feira, foi para tratar de interesses de toda a categoria policial militar, oficiais e praças. Segundo o oficial superior foram debatidos, entre outro assuntos, a evasão de militares da corporação, a lei do subsídio e a apresentação de um pacote de leis da segurança pública estadual à Assembléia Legislativa.

Para o TC Mendonça muitos militares estão se licenciando das fileiras da Corporação em busca de melhores salários. “Estamos perdendo muitos policiais, inclusive para a própria Polícia Civil”, comentou o Tenente Coronel ao comparar o salário das duas polícias norte-riograndense. Segundo ainda o Coronel Mendonça não foi apresentada nenhuma tabela de reajuste salarial, “até porque sabemos da atual situação financeira do Governo do Estado. Apenas relatamos a disparidade salarial entre a Polícia Civil e a Militar, onde um delegado em início de carreira ganha mais que um tenente coronel e um agente mais que um soldado”, continuou o oficial. Para o Coronel o mínimo deveria ser a equiparação salarial entre as duas polícias.

Segundo o oficial superior, o Secretário fora bastante compreensivo quanto a questão salarial dos militares, já que o mesmo também houvera sido policial militar do Estado de São Paulo e sabe das dificuldades inerentes à categoria, chegando a ficar surpreso com a disparidade apresentada.

Indagado sobre a participação de outras associações, o TC Mendonça afirmou que espera a união das demais associações de praças e que está aberto ao diálogo para que juntos tratem de interesses relevantes à categoria. Para o Tenente Coronel a iniciativa da Associação em se reunir com o secretário não deve ser vista como uma forma de segregação, mas como o primeiro passo para apresentar as dificuldades pelas quais passam todos os policiais militares e, posteriormente, conquistar melhorias para toda a categoria.

Em toda a conversa com o TC Mendonça, o mesmo demonstrou cordialidade e o interesse pela coletividade, sempre comentando sobre a importância da união da categoria para toda e qualquer conquista.

Matéria criada pela Sd Glaucia, com informações do Tenente Coronel Mendonça