Autor: Glaucia Paiva

Associações convocam policiais e bombeiros para apresentar contraproposta feita pelo Governo para pagamento de salários

Postado em

Por Glaucia Paiva

dsc01308Após o Governo do Estado apresentar uma proposta, no mínimo, descabida aos servidores públicos do Estado do Rio Grande do Norte, mais uma vez a equipe econômica do Governo esteve reunida com as categorias de servidores públicos do Estado.

No entanto, as associações representativas de policiais e bombeiros militares se desvincilharam do Fórum dos Servidores durante essa terça e reuniu-se isoladamente com o Gabinete Civil do Estado para tentar uma proposta para os servidores da Segurança Pública.

Nesse sentido, durante todo o dia, as associações representativas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar estiveram reunidos com o Governo para tentar chegar a um acordo, informando a necessidade de priorizar o pagamento da Segurança Pública como vinha sendo feito na gestão anterior.

Com uma nova proposta apresentada, as associações representativas da PM e do CBM convocaram uma Assembleia Geral para esta quarta-feira (09), às 10 horas, no Clube Tiradentes, em Natal. De acordo com informações do Sargento Filgueira, Presidente da Associação dos Policiais Inativos e Pensionistas do Estado, o Governo teria feito a proposta de se pagar o salário integral referente ao mês de janeiro de 2019 no próximo dia 16, ficando os salários de dezembro de 2018 e o décimo de 2018 para a entrada de recursos extraordinários no decorrer do ano de 2019.

A nova proposta apresentada não soluciona os problemas dos salários atrasados e ainda cria um novo problema para os policiais e bombeiros do Estado, que terão seu salário de janeiro adiantado para pagar dívidas de dezembro e deixando de receber o salário no final do mês de janeiro que pagaria as dívidas de janeiro, criando uma verdadeira bola de neve nas contas dos policiais e bombeiros militares.

Fórum de Servidores apresentaram proposta paralela ao Governo

Em reunião separada dos militares estaduais, o Fórum dos Servidores, composto por diversas categorias do serviço público do Estado, incluindo a Polícia Civil e Agentes Penitenciários, decidiram por apresentar uma proposta ao Governo do Estado contemplando todas as categorias.

Pela proposta do Fórum, com os recursos disponíveis nos cofres do Estado já se pagaria imediatamente o restante do décimo referente a 2017 aos servidores aposentados e pensionistas que ainda não receberam, em um montante de R$ 40 milhões. Já no dia 14 de janeiro, seria concluído o pagamento dos salários relativos a novembro de 2018 para quem ganha mais de R$ 5 mil, uma vez que tais servidores receberam seu último salário quando do pagamento de outubro. Ainda no dia 14 de janeiro, iniciaria o pagamento do décimo de 2018 para os servidores que ganham até R$ 4 mil, ficando sua conclusão para o fim de janeiro com a entrada de recursos antecipatórios e ordinários.

Já em fevereiro, após concluído o décimo de 2018, seguiria a sequência temporal do pagamento dos salários com o pagamento de dezembro de 2018, para só após, com a entrada de recursos inciar-se o pagamento das remunerações relativas ao ano de 2019.

Anúncios

Governadora apresenta proposta de dividir salário de janeiro e diz não ter previsão de pagar atrasados

Postado em

Por Glaucia Paiva

A saga dos salários atrasados dos servidores chegou ao extremo com o anúncio da Governadora Fátima Bezerra sobre a forma de pagamento dos salários.

De acordo com a Governadora, os salários atrasados continuarão atrasados e sem previsão para pagamento. Conforme a Governadora, o passivo atrasado será pago com recursos extraordinários que por ventura entrem no Estado, o que como o próprio nome diz: são extraordinários.

Outra proposta da Governadora é parcelar o salário de janeiro e fevereiro em duas vezes: uma parcela de 30% será paga no dia 10 e os outros 70% no final de cada mês.

Sem solução para o servidor, a proposta do Governo revoltou os funcionários públicos do Estado que já cogitam em paralisações.

E assim o Governo “populista” vai ficando impopular.

Polícia Militar realiza solenidade de Passagem de Comando

Postado em

Por Glaucia Paiva, via PMRN

site9Na tarde desta sexta-feira (04), a Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte promoveu a solenidade alusiva à Passagem de Comando da Corporação Militar Estadual.

A solenidade teve como objetivo efetivar a assunção do Coronel PM Alarico José Pessoa Azevedo Júnior no cargo de Comandante Geral da Polícia Militar do RN com a tradicional transmissão da espada de Comandante Geral do Comandante sucedido, Coronel PM Osmar José Maciel de Oliveira, ao Comandante sucessor.

Em seu discurso, o Coronel PM Osmar José Maciel de Oliveira ressaltou o trabalho realizado à frente do Comando Geral da Polícia Militar por dezesseis meses. “Enviamos projetos de leis que alteraram os novos critérios de ingresso na Polícia Militar e majoraram o valor das diárias operacionais”, disse o Coronel PM Osmar. Ainda em sua fala, o Comandante substituído ressaltou o desempenho, no âmbito operacional, de operações que buscaram garantir a segurança pública do Rio Grande do Norte, com a participação conjunta dos demais órgãos de Segurança Pública do Estado.

Em elogio elaborado pelo Coronel PM Alarico, Comandante Geral, e lido durante a solenidade militar pelo Coronel PM Eduardo Franco, Assessor de Comunicação da Polícia Militar, foi ressaltado o alto grau de eficiência, responsabilidade e dedicação do Coronel PM Osmar José Maciel de Oliveira à frente do Comando Geral da Polícia Militar entre os meses de agosto de 2017 a dezembro de 2018 que ficam de exemplo a todos que integram essa gloriosa Instituição Militar.

Ainda durante a solenidade, houve o descerramento da foto do Comandante Osmar na Galeria dos Comandantes Gerais da Polícia Militar do RN.

Estiveram presentes na solenidade a Governadora do Estado do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, o Vice-Governador Antenor Roberto, o Secretário de Segurança Pública e da Defesa Social, Coronel PM Francisco Canindé de Araújo, o Chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves Júnior, o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Coronel BM Luiz Monteiro da Silva Júnior, o Comandante da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada, General de Brigada Carlos Augusto Fecury Sydrião Ferreira, e do Comandante do 3° Distrito Naval, Vice Almirante Joése de Andrade Bandeira Leandro, além de autoridades civis e militares do Estado.

Novo Governo terá 12 meses para pagar 17 folhas salariais

Postado em

Por Glaucia Paiva

centro-administrativo-do-governo-do-rnA situação financeira do Estado só piora ano a ano. Com a transmissão do cargo de Governador para Fátima Bezerra, Robinson Faria deixou quatro folhas salariais em aberto.

No total, o novo Governo terá doze meses para pagar 17 folhas. São 13 folhas ordinárias de 2019 (12 salários + décimo terceiro de 2019), além das folhas completas de dezembro e o décimo terceiro de 2018 e das folhas parciais de novembro e o décimo terceiro de 2017, ambas para quem ganha mais de R$ 5 mil.

Com a desorganização financeira do Estado que não consegue equilibrar as contas, a Governadora Fátima Bezerra decretou estado de calamidade financeira no âmbito do RN, ordenando que “os titulares de órgãos e dirigentes de entidades da Administração Pública Estadual adotarão as medidas necessárias à racionalização de todos os serviços públicos, salvo os serviços essenciais, para que não sofram solução de continuidade, mediante a edição de atos normativos próprios, no âmbito de sua competência”.

Outra medida tomada pela nova Governadora foi a redução do horário de expediente para seis horas, de modo a tentar economizar no custeio do Estado, e a determinação do retorno de servidores cedidos a outros órgãos no prazo máximo de 60 dias.

As medidas, contudo, não tem o condão de solucionar a situação financeira do Estado a curto prazo, devendo ser apenas um paliativo para as finanças do RN.

Governo deve anunciar continuidade da folha de pagamento nessa segunda (07)

Ainda com alguns servidores sem receber o salário de novembro de 2018 (para quem ganha mais de R$ 5 mil), o Governo prometeu anunciar nessa segunda-feira (07) a continuidade da folha de pagamento deixada pela gestão Robinson Faria.

De acordo com informações, a equipe econômica do novo Governo esteve reunida neste fim de semana elaborando uma proposta para ser apresentada pela Governadora Fátima Bezerra aos representantes de associações e sindicatos dos servidores do Estado.

Soldado Figueiredo é morto em São Gonçalo do Amarante

Postado em

Por Glaucia Paiva

48393517_2138300399814117_4234577483132829696_n
Soldado Figueiredo

Mais um policial militar foi vítima da criminalidade que assola o nosso Estado. Infelizmente, o crime contra policiais vai além de bens materiais, retirando o bem mais precioso de um ser humano que é a vida.

O Soldado Figueiredo, lotado em Taipú, foi morto a tiros, no final da tarde dessa sexta (21), em uma estrada carroçável no Município de São Gonçalo do Amarante, quando transitava em sua moto. Ainda não se sabe a circunstância do crime, se assalto ou execução. O fato é que a família policial militar perde mais um herói anônimo da sociedade.

João Maria Figueiredo ingressou na Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte no ano de 2009. Formado no 10° BPM, em Assú, Figueiredo logo se identificou pela luta de classe da categoria policial militar, chegando a integrar a Diretoria da Associação de Cabos e Soldados (ACS).

Em nota, a ACS afirmou que o Soldado Figueiredo “sempre teve uma postura combativa e de total entrega a luta da categoria policial militar, o que o torna uma figura que fará parte da história das lutas de nossa classe”. E continua: “Ele era um entusiasta, um democrata, um defensor dos Direitos Humanos que lutava com afinco diante das circunstâncias adversas. Era um guerreiro que combatia a criminalidade, da qual viera a ser vítima”, disse.

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte também emitiu uma nota de pesar lamento o ocorrido e informando que os seus integrantes continuam à procura dos criminosos.

O velório do Soldado Figueiredo será realizado, a partir das 7h, na Capela 2 do Centro de Velório Sempre, localizado na rua Macaé, 1982, bairro Santa Catarina, zona Norte de Natal, com sepultamento previsto para às 16h.

Com promessa de quitar décimo de 2017, policiais recuam em mobilização

Postado em

Por Glaucia Paiva

dinheiro-pkNa tarde dessa quinta-feira (20), representantes das associações dos militares estaduais se reuniram com representantes do Governo para tratar sobre a regularização do décimo terceiro salário de 2017 e 2018, além do salário de dezembro.

Com parte dos policiais e bombeiros militares (quem ganha acima de R$ 5 mil) ainda sem receber o décimo de 2017, os policiais e bombeiros decidiram em assembleia geral iniciar um movimento para esta sexta (21). No entanto, com a possibilidade de uma nova manifestação que poderia acarretar mais um desgaste da imagem do Governo do Estado, este decidiu quitar o décimo terceiro do ano de 2017 para os policiais e bombeiros militares.

De acordo com a negociação, o Governo prometeu pagar o décimo do ano de 2017 no próximo dia 28 de dezembro, acarretando para os cofres públicos cerca de R$ 20 milhões. Como contrapartida, os policiais e bombeiros militares decidiram suspender a mobilização marcada para esta sexta (21).

Conforme informações, o Governo ainda falta pagar cerca de 15% dos servidores públicos do Estado, os quais ganham acima de R$ 5 mil e correspondem a um gasto de R$ 140 milhões, o que, na verdade, corresponde a 32% da remuneração folha de servidores.

Com o pagamento do décimo de 2017 para os policiais e bombeiros militares do RN no próximo dia 28, restará o montante de R$ 120 milhões para o Governo quitar o décimo com os demais servidores públicos do Estado que ganham acima de R$ 5 mil reais. Além do décimo terceiro de 2017, o Governo provavelmente ainda deixará de pagar o salário de novembro dos servidores remanescentes que ganham acima de R$ 5 mil, correspondendo a R$ 94 milhões.

Soma-se a essa dívida de mais de R$ 210 milhões para quem ganha acima de R$ 5 mil, o décimo de 2018 e o salário de dezembro.

“Não vou deixar promoções pendentes para o próximo Comando”, diz Comandante Geral em formatura do CFS

Postado em

Por Glaucia Paiva

20181220_101901Na manhã desta quinta-feira (20), a Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte promoveu a solenidade de conclusão do Curso de Formação de Sargentos, em Natal.

Durante o ato solene de formatura de cerca de 400 policiais militares, em Natal, o Comandante Geral da Polícia Militar do RN, Coronel PM Osmar Maciel, informou que não deixará nenhuma promoção pendente para o próximo Comando, quer seja de oficiais e praças.

De acordo com o Comandante Geral, as promoções relativas ao mês de dezembro, de oficiais e praças, deverão ocorrer normalmente ainda no ano de 2018.

A fala do Comandante Geral foi ratificada pela Secretária de Segurança Pública e da Defesa Social, Sheila Freitas, que chegou a dizer que “as promoções seriam o presente de Natal dos policiais militares”.

Caso venha a se concretizar, mais de 600 Cabos da Polícia Militar serão promovidos à graduação de 3° Sargentos.

Aguardemos, então, os próximos BG’s.