Por Glaucia Paiva

A saga dos salários atrasados dos servidores chegou ao extremo com o anúncio da Governadora Fátima Bezerra sobre a forma de pagamento dos salários.

De acordo com a Governadora, os salários atrasados continuarão atrasados e sem previsão para pagamento. Conforme a Governadora, o passivo atrasado será pago com recursos extraordinários que por ventura entrem no Estado, o que como o próprio nome diz: são extraordinários.

Outra proposta da Governadora é parcelar o salário de janeiro e fevereiro em duas vezes: uma parcela de 30% será paga no dia 10 e os outros 70% no final de cada mês.

Sem solução para o servidor, a proposta do Governo revoltou os funcionários públicos do Estado que já cogitam em paralisações.

E assim o Governo “populista” vai ficando impopular.