Procedimento penal sem condenação definida não impede progressão de policial militar

Postado em Atualizado em

Por TJRN

img000000000141753O desembargador Amaury Moura Sobrinho, ao julgar mandado de segurança, ressaltou, mais uma vez, que a recusa administrativa de efetivar a promoção de um policial militar, motivada unicamente pelo fato de haver sido instaurado contra este procedimento penal, sem condenação criminal definida, viola o princípio da presunção de inocência, previsto no artigo 5.°, da Constituição Federal. Desta forma, a decisão determinou a imediata inclusão do nome do autor do MS, nos Quadros de Acesso, publicados nos boletins da Corporação.

Segundo o desembargador, a despeito da reprovabilidade de um militar se encontrar respondendo a processo criminal, a orientação do Supremo Tribunal Federal é no sentido de que a recusa administrativa, não pode ser motivada, unicamente, pela instauração do procedimento. Assim, a inclusão deverá ser realizada até a decisão final de mérito.

A decisão ressaltou também que o postulado constitucional da presunção de inocência impede que o Poder Público trate, como se culpado fosse, aquele que ainda não sofreu condenação penal irrecorrível, dirigindo-se, portanto, ao Estado para lhe impor limitações ao Poder Estatal,

“Qualificando-se, sob tal perspectiva, como típica garantia de índole constitucional, que também se destina ao indivíduo, como direito fundamental”, enfatiza Amaury Moura.

O autor do mandado, acolhido pelo desembargador, é soldado da Polícia Militar do Estado da ativa, e ingressou nos quadros da Corporação desde 03 de novembro de 1992 e que, com o advento da Lei Complementar Estadual n.° 515/2014, a qual instituiu o Regime de Promoção das Praças da Polícia Militar e Bombeiros do Estado do Rio Grande do Norte, em seu artigo 19 estabelece que as promoções da PM serão efetuadas sempre em obediência às datas solenes/administrativas de 21 de abril, 25 de agosto, 25 de dezembro e assim por diante, nas quais são efetivadas a sua ascensão funcional.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s