Pagamento de servidores do Estado segue indefinido

Postado em

Por Tribuna do Norte

Com uma frustração de receita acumulada de R$ 321,5 milhões no decorrer deste ano, o Governo do Estado não tem, ainda, previsão para o início do pagamento da folha salarial do mês de setembro dos 100.258 servidores públicos, ativos e inativos, das administrações direta e indireta.

O secretário estadual do Planejamento e das Finanças, Gustavo Maurício Filgueiras Nogueira disse que “a situação financeira do Estado continua muito delicada e ainda não há previsão do pagamento do funcionalismo público”, o que inclui 10.558 pensionistas. Diante desse quadro, segundo o secretário, “o governo segue acompanhando o comportamento das receitas para anunciar em breve as datas do pagamento dos servidores”.

Atualmente, a folha líquida de pessoal do Estado importa em R$ 424,75 milhões, que acrescida da contribuição previdenciária, em torno de R$ 54,8 milhões, totaliza em R$ 479,6 milhões. Desde julho que o Governo do Estado vem pagando o funcionalismo público de acordo com a faixa salarial do servidor. A folha de agosto levou 26 dias para ser concluída. Ontem (26), foram pagos os salários de 754 pensionistas, que ganham acima de R$ 9 mil, com uma folha de R$ 12,033 milhões e proventos no valor médio de R$ 15,9 mil.

O governo já havia anunciado, em agosto, a queda de 4,3% nas receitas efetivas do Estado, enquanto as receitas próprias registraram redução de 1%. As transferências da União, que incluem royalties do petróleo e o Fundo de Participação do Estado (FPE) sofreram queda de 9,5%.

Anúncios

Um comentário em “Pagamento de servidores do Estado segue indefinido

    neide disse:
    setembro 28, 2016 às 15:16

    Eu quero ver atrasar o dele e dos parlamentares e secretários,agora atrase,mas pra quem deu a vida por isto é assim parcelado,vergonhoso,um administrador público dizer ou alegar queda em fundos de participação,e por que a briga grande pra assumir o cargo de governo,não sabia ele que estava em situação precária a receita estadual,depois q esta c/ um gordo salário no bolso os demais q se vire a verdade é essa,vejam quando houver a próxima campanha pra governo,promessas irão ter d sobra é uma pena que o “STE” não obrigue os candidatos a cumprir as promessas de campanha,pois isso sim é “171” em cima do eleitor…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s