Por Glaucia Paiva, via PMRN

Na última quarta-feira (23), a Comissão Multidisciplinar de Acompanhamento ao Policial Militar Submetido à Junta Policial Militar de Saúde promoveu uma reunião com os policiais militares afastados pela Junta Médica por problemas de saúde.

No total, 258 policiais militares afastados, entre policiais e praças, foram convocados para conhecerem o funcionamento da Comissão Multidisciplinar instituída para o acompanhamento do policial militar detentor de alguma enfermidade.

“Nossa comissão tem dupla finalidade”, iniciou o Tenente Coronel PM Clodoaldo Edmundo Silva Júnior. “Primeiro estamos para apoiar o militar que se encontra afastado do serviço militar em decorrência de alguma enfermidade como, por exemplo, ajuda com despesas de medicamentos e tratamentos, mas também estamos para investigar e punir aqueles que se utilizam do afastamento de saúde, mas que continuam a exercer alguma atividade remuneratória na iniciativa privada”, disse o oficial superior, presidente da Comissão Multidisciplinar.

De acordo com o Tenente Coronel Silva Júnior, a portaria que instituiu a Comissão Multidisciplinar de Acompanhamento ao Policial Militar autoriza a transferência do militar pela comissão. “Estamos avaliando locais em que podemos aproveitar os militares em ambientes administrativos de modo que não prejudique sua saúde e ajudem no andamento da corporação”, disse.