“Não quero que meu pai vire estatística”, diz filha de PM morto

Postado em

Por Portal BO

Gabriela Nascimento, filha do soldado Marcos Antônio, PM morto por bandidos no final de semana, fez um duro desabafo, na tarde desta terça-feira (3). Ela, outro filho do policial e um irmão dele participaram do ato público em protesto a morte de policiais no Rio Grande do Norte. “Não quero que a morte do meu pai vire estatística, quero Justiça”, declarou.

A jovem ainda disse: “Não tenho mais lágrimas para chorar a morte dele. Infelizmente, perdemos um homem bom, trabalhador, que foi assassinado pelas costas, com tiro na cabeca. Então, queremos que quem fez isso pague”.

Gabriela ainda cobrou providências do Estado para a insegurança e para a violência contra policiais. “A Polícia Militar precisa de proteção”, comentou.

Dezenas de policiais militares, civis e outros operadores da segurança pública se uniram nas imediações do shopping Midway Mall para um ato público e protesto contra as mortes. Em dois meses, foram 6 policiais baleados e quatro deles morreram.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s