Juiz do RN homenageia policiais militares através de poesia

Postado em

Por Glaucia Paiva

Image217Na última quarta-feira (30), a Polícia Militar do RN promoveu em Mossoró uma grande solenidade com entregas de medalhas e títulos a personalidades civis e militares. Ao todo, foram 98 agraciados com as medalhas do Mérito Policial Luiz Gonzaga, Mérito Profissional Bento Manoel, Medalha Policial Militar e o título de Amigo da Polícia.

Na oportunidade o Juiz de Direito Patrício Jorge Lobo Vieira, agraciado com o título Amigo da Polícia Militar, recitou uma poesia homenageando os policiais militares do RN. A poesia fala sobre valorização e as dificuldades enfrentadas pelos militares ao garantirem a segurança no Estado.

Confira abaixo:

Peço permissão aos presentes,

para o formalismo não honrar,

porque hoje é dia de festa,

e não protocolar,

até porque estamos aqui,

para a Polícia Militar e a nossa Mossoró reverenciar.

 

Como Juiz e sertanejo,

registro, aos presentes, o importante momento,

para ninguém enfadar e a milícia dos bravos homenagear.

 

(…)

 

Instituição brava, forte e independente,

integrada por homens e mulheres, dignos e competentes,

pelas condutas de poucos, desonrados,

tantas vezes, pela sociedade ignorados,

discriminados, e por que não desvalorizados.

 

Ajudar, cuidar e proteger,

palavras indispensáveis no seu proceder.

 

Policial militar, homem de fé,

tantas vezes esquecido,

até humilhado, desestimulado,

nos quartéis, batalhões, nas companhias e pelotões,

muitas vezes, cansado, isolado.

 

Na sua família, o medo, a angústia no incerto retorno,

nas ruas, o sacrifício, a própria vida.

 

No combate ao cangaço, nas volantes, o princípio,

no Soldado Luiz Gonzaga, o exemplo, o heroísmo.

 

Policial militar, permaneça firme e forte,

valente e independente,

mantenha viva a esperança de uma vida digna, seja persistente,

lute co o brilho  nos olhos,

pela caserna, pela população,

vocês são a nossa proteção,

a segurança dos inocentes, a redenção,

contra tanta violência, consternação.

 

Honrem a farda, atuem com o coração.

Façam resplandecer o vigor da retidão.

 

Na farda, a couraça, a armadura,

nos coturnos, a força do caminhar,

nas mãos, no agir, a destreza,

no coração, na vocação, o amor, o respeito, a profissão.

Na presença feminina, a leveza do encanto,

a firmeza, a emoção.

 

Muitos espinhos, os pedregulhos,

as provações, os riscos,

a angústia, o medo, o desestímulo,

mas os bravos guerreiros, caveiras e cavaleiros

permanecem firmes, na busca da valorização, no resgate da cidadania,

buscando o cumprimento da lei, da ordem,

a justiça, a proteção, a salvação da sua população.

 

Na aridez da rua,

nas angústias da profissão,

o contraste, a vida e a morte,

o empenho, a dedicação.

Na família, o valor, a sua fé, a inspiração.

Na honra, na farda, o destemor, o caráter, a retidão.

 

O mundo tem que saber,

quem é o policial militar,

o valente-ordeiro das ruas,

corpo sofrido, rosto marcado,

ser humano nos teus traços transformado,

na esperança, no esforço,

quanta admiração.

Na coragem, a vitória,

na fé, a fortaleza.

Na história, o seu respeito.

 

Encerrando esta homenagem,

espero, com afinco e sem qui-pro-có,

que honremos a nossa Polícia Militar,

caserna de combatentes, e, agora, homenageada,

no País de Mossoró.

Patrício Jorge Lobo Vieira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s