Por Glaucia Paiva

O atraso no pagamento dos níveis remuneratórios já é uma triste realidade no funcionalismo público do Estado. Servidores de várias secretarias estão com parte da sua remuneração apropriada indevidamente pelo Governo do Estado, ocasionando prejuízo para os servidores públicos do RN.

O atraso dos níveis na Polícia Militar já completou três anos de atrasos, tendo sido a última atualização por ocasião da implementação da Lei do Subsídio. Mesmo com previsão legal, e, consequentemente, devendo ter previsão orçamentária anual, os níveis dos policiais que possuem um valor médio de R$ 80 continuam sendo apropriados pelo Governo.

Contudo, a realidade de atraso nos níveis não é só da Polícia Militar, estando também os servidores da saúde com os níveis remuneratórios em atraso desde o ano de 2013. Entretanto, paralisados há mais de 40 dias e ocupando o Centro Administrativo, os servidores da saúde conseguiram em acordo com o Governo do Estado a atualização e até um cronograma de regularização das mudanças de níveis atrasadas. De acordo com notícia divulgada pelo próprio Governo, as progressões funcionais serão pagas de forma escalonada durante os meses de julho a outubro de 2015.