Governo promove mais de 50% do efetivo da Polícia Civil do RN

Postado em

Por Glaucia Paiva

Em ato publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (09), o Governador do Estado, Robinson Faria, efetivou a promoção de 809 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, para classes superiores.

Foram 73 delegados, 60 escrivães e 676 agentes promovidos às classes superiores. Entre eles configura a atual Secretária de Segurança Pública e da Defesa Social, Kalina Leite, que passa da 3ª Classe para a Classe Especial do cargo de Delegada da PCRN.

As promoções, no total de 809, corresponde a 50% do efetivo atual da Polícia Civil que hoje conta com pouco mais de 1,5 mil policiais civis, conforme dados extraídos do Portal da Transparência do Governo.

Promoções não foram em substituição de vagas por morte e aposentadoria

Diferentemente do que aconteceu na Polícia Militar, onde o Governo promoveu cerca de 1,2 mil policiais, oficiais e praças (14% do efetivo), justificando cada promoção efetivada em decorrência de aposentadoria e morte dos militares nos últimos 14 anos, as promoções na Polícia Civil não obedeceram essa regra conforme se pode constatar do ato de promoção dos policiais.

De acordo com informações de um policial civil, todos que possuem o direito de passar para a classe superior foram promovidos, com efeitos retroativos a 1º de abril de 2015.

Atualmente o déficit na Polícia Civil é de 70% do efetivo.

Anúncios

7 comentários em “Governo promove mais de 50% do efetivo da Polícia Civil do RN

    Xavier (@apcxavier) disse:
    junho 15, 2015 às 9:34

    Aos Guerreiros da PM, sou o APC Xavier, entendo a luta dos companheiros, mas não somos culpados por nenhuma atitude do governo, seja a favor ou contra a PM; Nós lutamos e sofremos igualmente a vocês; Estamos do mesmo lado e torcemos pela vitória dos irmãos. Vocês são merecedores de melhores salários e condições de trabalho.

      Soldado Glaucia respondido:
      junho 15, 2015 às 12:39

      Com certeza, amigo Xavier!

      Entendemos que a culpa pela falta de isonomia não é da Polícia Civil, mas do Governo que tem um descaso pela segurança pública do Estado como um todo. Exemplo disso é o que vem fazendo com as escalas de escrivães da civil, ocasionando uma demanda que chega a ser desumana para com os servidores. Quanto à matéria, esclareço que entendemos que houve o cumprimento estrito da Lei que rege a categoria policial civil.

      Infelizmente, o mesmo tratamento e cumprimento de lei não está sendo feito pelo Governo para com nós, policiais militares, mas continuamos a buscar a valorização não só do PM, mas de toda a segurança pública. Sabemos que um policial valorizado, haverá uma sociedade melhor atendida.

      Reitero que a categoria policial militar, bem como este meio de comunicação, está disponível a unirmos forças em prol da nossa segurança pública, em especial aos anseios de todas as categorias que fazem parte da segurança pública do Estado (PM, PC, CBM, ITEP, etc).

      Forte abraço!

    SILVA SALES disse:
    junho 10, 2015 às 19:25

    O fato é que temos uma representação fraca,sobretudo a ACS, que teria de representar de forma mais contudente e enérgica a categoria e não aceitar o Governo fazer do jeito que quer e bem entender essas promoções que não ta nem de longe perto de ser satisfatória principalmente para os soldados.

    Ângelo júnior disse:
    junho 10, 2015 às 15:55

    Continuando o meu comentário, o governo abriu um precedente para as promoções futuras, não pode argumentar que para ser promovido tem que ser nas vagas por morte e reserva, ficou numa “sinuca de bico”. Saibamos tirar vantagem em situações como esta.

    Ângelo júnior disse:
    junho 10, 2015 às 15:37

    Dois pesos duas medidas. É o que se pode interpretar em relação as promoções ocorridas na PMRN e as da Polícia Civil. Enquanto, para a PMRN se colocou obstáculos em detrimento ao limite prudencial e a LRF para promover um número menor do que o previsto em lei, as promoções da PC nada disso ocorreu. Além do mais tivemos que barganhar com o governo,com repercussão na imprensa. Assim mais uma vez a Polícia Civil leva vantagem em cima da PM, pois depois do nosso último reajuste concedido no governo Rosalba, com todo o sacrifício, inclusive com acampamento no Centro Administrativo, a PC teve percentuais maiores que o nosso, sem as vicissitudes que passamos. Isso é tratamento diferenciado e tendencioso.

    ailton disse:
    junho 10, 2015 às 9:51

    E Assim que o governo trata nos policiais militares sempre ficaremos em último caso dando umas promoções para nós cala e fica nos enrolar aproveitar que nos somos submetido a este estatuto arcaico do exército para nos maltratar ainda vem com essa de ser governado da segurança para fazer nos policiais militares a segurar a segurança nas costas

    Vingador Sagrado disse:
    junho 9, 2015 às 23:29

    Parabéns para ELES! E vamos a luta para “engordar” as nossas pouco mais de 300 promoções de agosto (muito pouco, pois os da turma 97 possuem quase o dobro do interstício máximo (19 anos) e pelo jeito vão rumo aos 20 anos como SOLDADOS.

    UM VERDADEIRO ABSURDO!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s