Comandante envia projeto de mudança em idades limites de permanência na PMRN

Postado em

Por Glaucia Paiva

O atraso nas promoções por anos ocasionou a estagnação do ciclo de praças, prejudicando os militares de turmas da década de 80, que, mesmo com a aplicação analógica da lei dos 15 anos para promoção à Cabo PM, muitos só almejaram a primeira promoção passados mais de 20 anos. A consequência da estagnação e a falta de uma Lei de Promoção própria levou com que muitos policiais militares, apesar de mais antigos por tempo de serviço, ficaram mais modernos nas graduações, como no caso dos Cabos PM.

Com a possibilidade de ascensão profissional após a entrada em vigor da Lei de Promoção de Praças, os militares mais antigos ficaram preocupados com a idade limite prevista no Estatuto da Polícia Militar de permanência no serviço ativo, impedindo que os  mesmos galgassem graduações superiores.

Para beneficiar aqueles militares que se encontram na graduação em posição mais moderna, como os Cabos PM, o Comando da Polícia Militar encaminhou nesta semana um Projeto de Lei propondo o aumento da idade limite de permanência no serviço ativo da PMRN, que hoje está regulamentado, de acordo com o Estatuto da Polícia Militar do RN, em 51 anos para os Soldados, Cabos e 3º Sargentos, 52 anos para os 2º Sargentos, 54 anos para os 1º Sargentos e 56 anos para os Subtenentes.

O anúncio da possibilidade de mudança da idade limite de permanência na corporação foi feito pelo Comandante Geral, Coronel PM Ângelo, em seu perfil do facebook. “Para aqueles muito preocupados em serem alcançados pela compulsória antes de serem promovidos, fiquem sabendo que o Comando da PMRN encaminhou ontem (12) uma minuta de Lei propondo o aumento das idades limites de permanência no serviço ativo para praças”, disse o Comandante. “Acreditamos que vai dar certo”, completou.

Anúncios

10 comentários em “Comandante envia projeto de mudança em idades limites de permanência na PMRN

    Erlon de Barros Pires disse:
    maio 19, 2015 às 7:05

    Glaucia gostaria que você me explicasse o seguinte. Quando completarmos os 30 anos de efetivo serviço sem que tenha atingido a idade limite vai ser obrigado ficar trabalhando até atingir a idade limite na graduação, ou não. Caso o projeto do CMT for aceito e aprovado.

      Soldado Glaucia respondido:
      maio 21, 2015 às 7:37

      Olá amigo. A idade limite é comumente chamada de compulsória. Acontece que muitos policiais, mesmo tendo os 30 anos de serviço prestado, preferem permanecer na PM até ser atingido pela compulsória por diversos motivos. Um deles seria a promoção. Como ocorria antes, a permanência após os 30 anos continuará sendo opcional.

    julio disse:
    maio 18, 2015 às 15:15

    faltava mais nada.

    Juniorn disse:
    maio 18, 2015 às 12:30

    Rapaz, não acho futuro não! Éramos para cumprirmos apenas 25 anos de serviço e cumprimos 30! Com essa lei iremos cumprir pelo menos 35 ou mais, acordem! Policiais muito velhos para a função “Policial” que possui características bem peculiares! Cuidado!

    Assis disse:
    maio 18, 2015 às 10:27

    Isso é uma piada do cmt. geral…e tem praça que está achando bom.

    PM disse:
    maio 16, 2015 às 10:11

    Presente de grego.

    silva regis disse:
    maio 16, 2015 às 9:03

    Que pensar de um policial com idade de ir pra casa descansar ter de ficar mais tempo para aí ver se o governante vai ter compaixão e promove-lo?, faço essa pergunta pois hoje, temos mais de 2 mil soldados aptos a promoção e o Governo não cumpre a lei promovendo esses guerreiros sofredores,ótima idéia essa,coisa de quem não conhece a realidade do praça da tão sofrida PM-RN.

    Rodrigo Santos disse:
    maio 16, 2015 às 6:58

    Boa ideia do comandante.
    Os policiais é que irão escolher se ficam ou não até a idade limite, pois a aposentadoriia por tempo de contribuição irá continuar com os 30 anos.
    Parabéns Cel Angelo.

    reserva Veinho!!! disse:
    maio 15, 2015 às 19:43

    Acabaaaa!!!faltam 18 anos pra eu ir pra reserva(51 anos),depois dessa vai faltar mais de 20 pra completar 30 anos de serviço.

    Claudio disse:
    maio 15, 2015 às 16:29

    Um tiro no pé das praças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s