Por Glaucia Paiva

 

Foto divulgada em redes sociais mostram PM’s do BOPE e BPChoque sendo barrados em restaurante da FIFA

Com início da Copa do Mundo ocorrido no último dia 12, muitos policiais militares entraram em contato com o blog para reclamar da falta de estrutura para trabalharem durante o evento.

De acordo com os PM’s não há armas e coletes para todos, carecendo ainda de água e alimentação para os militares que estão trabalhando no mínimo 12 horas diariamente.

As denúncias iniciaram logo no primeiro dia do evento, quando policiais foram empregados em toda a orla marítima. De acordo com a denúncia de PM’s que estariam na Via Costeira, os militares ficaram sem água e sofreram com a falta de informação. Conforme um dos policiais, “na hora do qtl (alimentação) mandaram a gente pedir nos hotéis e restaurantes”. Em contato com o Comandante Geral, Coronel PM Araújo, o mesmo informou que “todos que estão de serviço normal devem comer a quentinha fornecida pela PM” e que o “vale refeição será pago somente no dia de jogo e com o efetivo extra”.

No entanto, mais denúncias surgiram no segundo dia da Copa do Mundo, dia da estréia da Arena das Dunas em Natal no evento mundial. Em apresentação dos PM’s de setores administrativos, os mesmos informaram a falta de armamento e coletes para todos os que seriam empregados no evento. “Recebi um revólver calibre .38 e não tenho colete para ir. Ainda tive sorte, por que já acabou as armas. Nem .38 tem mais”, disse um dos PM’s.

A questão da alimentação é que está causando mais polêmica. Ontem na estréia de Natal na Copa, foi divulgado uma imagem de policiais do BOPE e do BPChoque sendo barrados no restaurante da FIFA no interior do Estádio Arena das Dunas. De acordo com o Major PM Trigueiro, houve uma falta de comunicação dos organizadores do evento, que levou ao constrangimento sofrido pelos policiais. Segundo o Oficial, a alimentação dos PM’s foi encaminhada para o Estádio, mas não estavam permitindo que os mesmos saíssem ou que a alimentação entrasse. Após conversa intensa, foi resolvido o transtorno.

Ainda em relação à alimentação, os PM’s que estavam de serviço no Arena informaram que não receberam alimentação, nem tampouco os vales refeição informados durante a Formatura Geral na última quarta-feira (11).