PM do Pará desabafa sobre possível invasão da tropa de choque em batalhão com manifestantes

Postado em

Por Glaucia Paiva, via Portal BO

1610088_428410760626990_6579471041034426754_nA Polícia Militar do Pará viveu durante quase uma semana momentos de tensão. Após o Governo do Pará conceder um aumento de 110% aos Oficiais da Polícia Militar, policiais do 6º BPM em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, iniciaram um movimento das Praças contra a discriminação sofrida.

O 6º BPM foi o pioneiro em uma movimentação que durou seis dias. Em um dos vídeos do movimento, um Sargento fala que os Oficiais só se preocupam com estatísticas para alcançarem uma promoção. O caso ganhou repercussão nacional e várias mensagens de apoio foram passadas aos PM’s do Pará.

Um dos momentos mais tensos do movimento paraense foi a possibilidade da tropa de choque invadir o 6º BPM, onde os PM’s mantinham-se aquartelados. Um dos policiais, Cabo Mendes, veiculou no WathApp uma mensagem emocionante relatando a tensão durante a madrugada de um dos dias quando a tropa de choque invadiria o batalhão. “Essa madrugada será uma que eu nunca vou esquecer e irei contar para os meus filhos. Tinhamos a informação de que os Oficiais estavam coagindo os Praças do CME (Comando de Missões Especiais) para invadir o 6º BPM”, relata o Praça.

“O nosso número de guerreiros eram poucos, mas decididos a tudo ou nada e nós estávamos sozinhos e chegou a notícia de que eles chegariam às 3 horas. Fizemos uma oração e esperamos eles chegarem”, disse o Cabo Mendes. Em um momento eles escutam ainda longe várias sirenes se aproximando cada vez mais da Unidade Militar onde permaneciam aquartelados.“Vinham longe as sirenes de várias viaturas em direção ao 6º BPM. Um olhava para o outro, alguns ligavam para se despedirem da família. Liguei para minha esposa e falei: ‘O que estou fazendo é por você e meus filhos. Vocês são minha alma e por vocês eu morrerei’. As viaturas chegavam mais perto”.

Com a proximidade das viaturas e da iminência de um confronto entre integrantes de uma mesma polícia, os militares chegam a dar o golpe nas armas, mas a surpresa chegaria em poucos minutos. “Estávamos decididos. Ninguém arredou o pé. Demos o golpe nas armas. Aí percebi que Deus está conosco, companheiros. Era o apoio do 1º BPM chegando. Deus escutou a nossa oração e comoveu os corações dos nossos amigos que vieram dar o apoio naquele momento”, declara emocionado o Praça, que finaliza: “Companheiros, tenham fé que essa batalha já está ganha por que Deus está do nosso lado e já deu prova e a nossa história será marcada para o resto de nossas vidas. Eu tenho muito orgulho de estar servindo ao lado de vocês. Muito obrigado! Resistam mais essa noite!”, conclui o Cabo da PM do Pará.

Já no segundo dia, o movimento teve o apoio de outras Unidades da PM do Pará, culminando com uma negociação com o Governo na última terça-feira (8).

Vídeo mostra chegada das viaturas do 1º BPM que foram em apoio aos companheiros do 6º BPM no Pará após informe de uma possível invasão da tropa de choque, confira:

Anúncios

2 comentários em “PM do Pará desabafa sobre possível invasão da tropa de choque em batalhão com manifestantes

    ailton disse:
    abril 11, 2014 às 18:09

    sd gláucia para quanto foi o salario dos policias do estado Para com esse aumento salarial que eles conseguiram através de uma grande mobilização.

      Soldado Glaucia respondido:
      abril 13, 2014 às 8:26

      eles tiveram reajuste no risco de vida, no auxílio fardamento (subtenentes e sargentos) e, salvo engano, no auxílio alimentação. Quanto ao salário, estão formando uma comissão apresentará propostas já em maio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s