Coronel da Reserva da PM é detido por desacato e dirigir alcoolizado

Postado em

Por Portal BO

O coronel da reserva da Polícia Militar Odilson Leandro Borges foi detido na estrada de Genipabu, em Extremoz, nesta terça-feira (7), acusado de desacatar policiais de uma guarnição do 4º Batalhão da PM, localizado na zona Norte de Natal.

De acordo com o soldado Benildo Josivan, a equipe estava fazendo uma abordagem à suspeitos no bairro Parque dos Coqueiros, quando o coronel aposentado parou o veículo e reclamou. O soldado Benildo disse que o militar parou o carro e insultou os policiais que estavam trabalhando. “Ele mandou a gente à merda e pediu para tirar o veículo do meio da rua”, relatou.

Para parar o carro do oficial a polícia precisou atirar no pneu. O coronel da reserva, que apresentava sinais de embriaguez, admitiu ter bebido e se defendeu. “Eu apenas pedi para retirar a viatura do meio da rua, mas eles me fizeram parar e colocaram algemas em mim”.

Ainda de acordo com os policiais, o coronel não estava com os documentos. Para ouvir os envolvidos na confusão, o coronel Welington Alves, do Comando de Policiamento Metropolitano, foi ao local e resolveu levar a ocorrência para a Delegacia de Plantão da Zona Norte.

Anúncios

8 comentários em “Coronel da Reserva da PM é detido por desacato e dirigir alcoolizado

    filho disse:
    janeiro 11, 2014 às 0:59

    enquanto não existir respeito e consideração entre nós mesmos seremos sempre um saco de pancada…o que somos na frente das outras policias? o que vejo é que não temos força pra nada e sabemos que somos de grande importância, mas enfraquecida… temos que mudar do SD ao CEL sejamos unidos só então seremos FORTALECIDOS, ENTENDEM.obrigado a todos.

    Carlos disse:
    janeiro 10, 2014 às 21:39

    esse Sujeito estava bebado eh com 3 mulheres dentro do carro dele Semi-nuas..

    Maquiavel disse:
    janeiro 9, 2014 às 18:43

    divulga o nome desse coronel pq se fosse soldado tava estampado em todo canto, mostra o nome do covarde…

    carlos disse:
    janeiro 9, 2014 às 17:40

    era para ter feito o bafometro,ter autuado e fim.

    crocha disse:
    janeiro 8, 2014 às 8:58

    a cada dia que passa demostramos que a PMRN e desgastada pelos seus proprios integrantes, quero ver acontencer na PC, PF, PRF, pois estas instituicoes encontra-se coesa e com mesmo proposito de uniao e força junto a sociedade brasileira e seus integrantes. Levanta a cabeça PMRN, pois tua historia e bela e magnifica.

      Observador disse:
      janeiro 8, 2014 às 21:25

      Muito bem croha, Gostei de sua colocação! Eu considero esse acontecimento como um incidente, o respeito mútuo que também faz parte da sustentação de uma organização, conforme o publicado, inclusive em jornais da cidade não funcionou. Quem perde muito com isso é a própria instituição.
      Aproveito para parabenizar a todos os policiais militares que respeitam seus companheiros, sejam eles ativos ou inativos. É o meu entendimento.

      chico disse:
      janeiro 8, 2014 às 21:54

      Eles deveriam ter agradecido o insulto e permetido o coronel, até então um cidadão comum, ir embora. Correto crocha ?

        crocha disse:
        janeiro 9, 2014 às 14:33

        caro colega, quando falamos do Cel RR ou da Pessoa Comum, este já labutou na PMRN por mais de 35 anos e merece todo nosso apreço, companheirismo e solidariedade pela situação inusitada exposta por ele(Cel RR), sem perdemos o foco da legalidade(lembrando do contraditório e ampla defesa da CF88), assim seremos coeso e fortes para enfrenta as tempestades de cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s