Esposas de Militares se juntam à luta e criam Fórum em apoio da categoria

Postado em

Por Portal BO

Dezenas de mulheres de militares da Polícia Militar do Rio Grande do Norte estão unidas para reforçar as lutas da categoria. O grupo criou o Fórum das Mulheres de Praças do RN e o lançamento oficial foi feito nesta quinta-feira (17). A ideia é passar a realizar encontros frequentes em vários pontos da Grande Natal ou até mesmo no interior do Estado.

Inicialmente, 46 mulheres já estão inscritas. No entanto, de acordo com Adriana Botelho, uma das coordenadoras do grupo, até a próxima semana o número deve aumentar consideravelmente. “A maioria dessas que se inscreveram já vinha debatendo e se organizando há aproximadamente um ano. Agora, vamos buscar agregar cada vez mais para encorpar nosso movimento”, destaca.

O primeiro encontro oficial foi realizado em São Gonçalo do Amarante. Já na próxima semana, o Fórum das Mulheres de Praças do RN deve passar por Nova Natal, na zona Norte da capital, bem como por Parnamirim. “Estamos mostrando para as demais mulheres dos militares que a luta da categoria por melhorias não é só deles. Nós que somos a família também temos obrigação de irmos pra rua se for preciso junto com nossos maridos”, completa Adriana.

Assim como os próprios militares, o Fórum das Mulheres de Praças já levantou como principal bandeira a busca pela criação da Lei de Promoção de Praças, tendo em vista que o projeto continua parado nas secretarias do Governo do Estado e ainda não tem previsão de ser encaminhado à Assembleia Legislativa.

Nesta sexta-feira (18), por exemplo, os militares vão se reunir em assembleia geral, no Clube Tiradentes, a partir das 9h, para deliberar sobre medidas que serão adotadas para pressionar o Governo a cumprir a promessa de dá andamento ao processo.

As integrantes do Fórum das Mulheres de Praças do RN já anunciaram que estarão presentes à assembleia e apoiarão qualquer decisão que for tomada pelos militares. Além de Adriana Botelho, o grupo é coordenado por Anailde Cals, Miria Pinheiro, Simone Carla, Valtércia Lima e Juscilene Melo.

Anúncios

3 comentários em “Esposas de Militares se juntam à luta e criam Fórum em apoio da categoria

    Rilmar albuquerque silma disse:
    outubro 28, 2013 às 18:13

    Não faz fazer panico .
    Coréia do Norte vai derrotar Coréia do Sul e os EUA não vão reagir. Dilma vai deixar o poder em alguns dias, Dilma e seu vice presidente deixarão o poder.
    Em algumas semanas vai ter inicio uma revolta anticomunista na antiga cidade de Saigon, a revolta vai ser arrasada.
    O Brasil vai ser invadido por uma potencia estrangeira sem aviso algum. Logo no inicio da invasão os comunistas, os fanáticos comunistas que pregam os mais profundos direitos da população vão tomar o poder em Brasília por algumas semanas. Os comunistas vão tomar o poder em Brasília e promover fuzilamento dos políticos, empresários , funcionários públicos de grande importância. Muitos serão mortos pelos comunistas por estarem juntos ou por serem amigos ou parentes. Os comunistas vão fazer uma grande destruição por onde controlarem, mas vão controlar algumas áreas do Brasil por muito pouco tempo.
    Brasil vai ser invadido por uma potencia mundial. Nas primeiras horas após o inicio da invasão uma pequena parte vai dos sargentos, cabos e soldados vão iniciar uma revolta contra os oficiais, que vão ser derrotados. Na hora é melhor que a PM do Distrito Federal abandone os postos, porque se ficar e obedecerem os comunistas serão fuzilados pelos oficiais, se ficar e não obedecer os comunistas serão mortos pelos comunistas.
    Os comunistas vão tomar o poder em Brasília E vão prender os políticos e promover julgamentos políticos, fuzilando os políticos em ordem dos mais importantes para os de menor importância. Eles vão matar muitas pessoas. Os comunistas vão iniciar o assassinato dos lideres dos sargentos, porque eles querem criar uma Força Armada saída de suas bases. Se o invasor vencesse iria eliminar, assassinar os lideres comunistas e os líderes dos sargentos, cabos e soldados e criar uma Guarda com pessoas de classe média, para que a população aceitar rapidamente, a população e nem o invasor não vai aceitar que traidores, porque se traiu os oficiais que estavam perto trairiam o governados geral (estrangeiro) na primeira oportunidade, e logo que uma grande crise econômica se aproxima. Deixar o poder nas mãos de um grupo de milicianos de esquerda para eles depois tramarem um revolta. Não.
    Os oficiais das Forças Amadas e das PMs junto com os sargentos, cabos e soldados que não quebraram a hierarquia, que serão a grande maioria, a multidão de populares, pessoas pobres e miseráveis que serão iludidas pela esquerda , vão em direção contra os locais controlados pelos oficiais, com os milicianos de esquerda armados entre a população pobre usando a população pobre como escudo, quando a multidão se aproximar dos militares os milicianos pretendem atirar, mas quando a multidão se aproximar os militares vão atirar porque sabem que se não atirar serão mortos pelos milicianos de esquerda. Os milicianos de esquerda têm plano de matarem todos os militares e seus familiares também e criarem um novo exercito “popular” saído de seus quadros. Inclusive os sargentos que quebraram a hierarquia e conseguiram fugir. O PSTU vai promover o assassinato dos líderes do PSol sempre que for possível, sem que ninguém saiba (projeto do PSTU).
    Uma reviravolta interna e outra externa ao Brasil vai recolocar os oficiais das Forças Armadas e novamente no centro do poder, não tem como evitar. Com a reviravolta os militares vão começar a caçar os sargentos que quebraram a hierarquia , a grande maioria vão ser fuzilados. Uma imagem que não sai de minha mente é um sargento abraçado a uma mulher e uma criança de alguns anos um sargento e um oficial com um grupo de soldados se aproxima, o sargento manda quebrar o ombro do sargento que está agarrado a mulher e fala se é homem para matar oficiai tem que ser homem para morrer, em algumas horas ele é fuzilado. O que vai se estender as organizações que apoiaram a quebra da hierarquia e as que levaram as pessoas para enfrentar os militares. Partidos políticos, organizações sindicais e movimentos sociais, serão mortos em grande medida. Será o fim de uma grande mentira: a esquerda é boazinha, só pensa na população. A população vai descobrir que a esquerda é mais assassina que todos os outros grupos políticos, durante o tempo que estiverem controlando as periferias das grande cidades vão matar em grande número.

    Rilmar albuquerque disse:
    outubro 28, 2013 às 18:11

    Coréia do Norte vai derrotar Coréia do Sul e os EUA não vão reagir. Dilma vai deixar o poder em alguns dias, Dilma e seu vice presidente deixarão o poder.
    Em algumas semanas vai ter inicio uma revolta anticomunista na antiga cidade de Saigon, a revolta vai ser arrasada.
    O Brasil vai ser invadido por uma potencia estrangeira sem aviso algum. Logo no inicio da invasão os comunistas, os fanáticos comunistas que pregam os mais profundos direitos da população vão tomar o poder em Brasília por algumas semanas. Os comunistas vão tomar o poder em Brasília e promover fuzilamento dos políticos, empresários , funcionários públicos de grande importância. Muitos serão mortos pelos comunistas por estarem juntos ou por serem amigos ou parentes. Os comunistas vão fazer uma grande destruição por onde controlarem, mas vão controlar algumas áreas do Brasil por muito pouco tempo.
    Brasil vai ser invadido por uma potencia mundial. Nas primeiras horas após o inicio da invasão uma pequena parte vai dos sargentos, cabos e soldados vão iniciar uma revolta contra os oficiais, que vão ser derrotados. Na hora é melhor que a PM do Distrito Federal abandone os postos, porque se ficar e obedecerem os comunistas serão fuzilados pelos oficiais, se ficar e não obedecer os comunistas serão mortos pelos comunistas.
    Os comunistas vão tomar o poder em Brasília E vão prender os políticos e promover julgamentos políticos, fuzilando os políticos em ordem dos mais importantes para os de menor importância. Eles vão matar muitas pessoas. Os comunistas vão iniciar o assassinato dos lideres dos sargentos, porque eles querem criar uma Força Armada saída de suas bases. Se o invasor vencesse iria eliminar, assassinar os lideres comunistas e os líderes dos sargentos, cabos e soldados e criar uma Guarda com pessoas de classe média, para que a população aceitar rapidamente, a população e nem o invasor não vai aceitar que traidores, porque se traiu os oficiais que estavam perto trairiam o governados geral (estrangeiro) na primeira oportunidade, e logo que uma grande crise econômica se aproxima. Deixar o poder nas mãos de um grupo de milicianos de esquerda para eles depois tramarem um revolta. Não.
    Os oficiais das Forças Amadas e das PMs junto com os sargentos, cabos e soldados que não quebraram a hierarquia, que serão a grande maioria, a multidão de populares, pessoas pobres e miseráveis que serão iludidas pela esquerda , vão em direção contra os locais controlados pelos oficiais, com os milicianos de esquerda armados entre a população pobre usando a população pobre como escudo, quando a multidão se aproximar dos militares os milicianos pretendem atirar, mas quando a multidão se aproximar os militares vão atirar porque sabem que se não atirar serão mortos pelos milicianos de esquerda. Os milicianos de esquerda têm plano de matarem todos os militares e seus familiares também e criarem um novo exercito “popular” saído de seus quadros. Inclusive os sargentos que quebraram a hierarquia e conseguiram fugir. O PSTU vai promover o assassinato dos líderes do PSol sempre que for possível, sem que ninguém saiba (projeto do PSTU).
    Uma reviravolta interna e outra externa ao Brasil vai recolocar os oficiais das Forças Armadas e novamente no centro do poder, não tem como evitar. Com a reviravolta os militares vão começar a caçar os sargentos que quebraram a hierarquia , a grande maioria vão ser fuzilados. Uma imagem que não sai de minha mente é um sargento abraçado a uma mulher e uma criança de alguns anos um sargento e um oficial com um grupo de soldados se aproxima, o sargento manda quebrar o ombro do sargento que está agarrado a mulher e fala se é homem para matar oficiai tem que ser homem para morrer, em algumas horas ele é fuzilado. O que vai se estender as organizações que apoiaram a quebra da hierarquia e as que levaram as pessoas para enfrentar os militares. Partidos políticos, organizações sindicais e movimentos sociais, serão mortos em grande medida. Será o fim de uma grande mentira: a esquerda é boazinha, só pensa na população. A população vai descobrir que a esquerda é mais assassina que todos os outros grupos políticos, durante o tempo que estiverem controlando as periferias das grande cidades vão matar em grande número.

    waldilene disse:
    outubro 18, 2013 às 22:38

    Como faço pra participar pois sou esposa de polícia e tenho tenho muita vontade de lutar pelas causa dos nossos maridos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s