CORONEL ÂNGELO LANÇA LIVRO SOBRE HISTÓRIA DA POLÍCIA MILITAR DO RN

Postado em Atualizado em

O Coronel Ângelo Mário, atualmente exercendo suas atividades na Corregedoria, está lançando seu primeiro livro sobre a História da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Intitulado “Cronologia da Polícia Militar do Rio Grande do Norte: 175 anos de História – 1834 a 2009”, o lançamento do livro ocorrerá na próxima quarta-feira (22) às 9 horas no Salão Nobre do Quartel do Comando Geral, em Natal/RN.

O Coronel Ângelo é um amante da História e convida a todos os policiais, bem como sociedade civil para o lançamento do seu primeiro livro, o qual constitui-se em dois volumes, totalizando 869 páginas de episódios da nossa Gloriosa Instituição, relacionando os acontecimentos desde a criação da PMRN, em 1834, até o ano de 2009.

Vale a pena conferir! Compareça!

Matéria criada pela Sd Glaucia

Anúncios

7 comentários em “CORONEL ÂNGELO LANÇA LIVRO SOBRE HISTÓRIA DA POLÍCIA MILITAR DO RN

    Kydelmir Dantas disse:
    maio 15, 2017 às 10:59

    Resgatar a História é um trabalho de hercúleo… Só os fracos de espírito não o valorizam.
    De parabéns está o Cel. Angelo Mário por ter se debruçado sobre documentos, alfarrábios, jornais e fotos tirando seu tempo precioso de folgas paar trabalhar no que poucos gostam de fazer… Pesquisar.
    Deixa, assim, para a posteridade, um trabalho relevante sobre a História da Polícia Militar do RN.
    Kydelmir Dantas – Nova Floresta-PB
    Pesquisador e escritor
    Membro do IHGRN e do IHGCPb.


    https://polldaddy.com/js/rating/rating.js

    Curioso disse:
    novembro 28, 2013 às 2:21

    Esse exemplar não poderia deixar de faltar a história do maior herói dá História dá PM-RN da atualidade que, por na data de suas promoções honrosas ser, nada mais nada menos, o afilhado de um Desembargador Dr. (R. G) então Presidente do TJ da época, o atual Herói Sgt Elindeslindo de (Araújo) Galvão foi promovido duas vezes num lapso temporal de apenas 14 (quatorze) meses a graduação de Cabo e Sgt respectivamente, em que superou “colocando no bolso” o até então saudoso Herói-Mártir LUIZ GONZAGA DE SOUZA, que na Revolução Comunista, denominada de INTENTONA COMUNISTA DE 1935, se tornou o grande herói de nossa gloriosa e amada Polícia Militar. O ex-soldado da PMRN obteve sua promoção por bravura post-mortem, em novembro de 1935, à graduação de Cabo, e, anos depois, repito, anos depois à 3º Sargento. Caso tenha curiosidade de tal constatação verifique o que estão descritos nos , DOE (diário oficial do Estado) nº 11.922 data (11/03/2009) e DOE Edição nº. 12.253 de (15/07/2010)

    dantas disse:
    dezembro 24, 2010 às 1:58

    Ao caro anônimo acima: Relevantes as suas preocupações e indignações diante de determinados fatos certamente ocorridos.Entretanto, o livro que escrevi se presta a outros fins, embora nele esteja contido de forma cronológica alguns dos movimentos paredistas deflagrados, inclusive, o primeiro, que ocorreu em setembro de 1963.Quanto às "péssimas condições de Rancho", de acordo com o título do livro (CRONOLOGIA DA PM/RN)percebe-se claramente que não existe condições de tal assunto ser encaixado. Mas, em relação a rancho e/ou refeitório a obra retrata alguns episódios, como por exemplo, um determinado policial militar ("RANCHEIRO")que teve parte do dedo da mão decepada quando descascava alimentos.No que diz respeito a concursos, inseri praticamente todos os resultados dos mais variados concursos e cursos da corporação, destacando o nome das pessoas que obtiveram a 1ª classificação.Finalizando, espero que o ilustre colega de farda dê uma olhadinha no livro antes de sair da gloriosa PM/RN.Obrigado pelos parabens.Cel PM Angelo Dantas – autor do livro.

    Anonymous disse:
    dezembro 19, 2010 às 2:34

    Espero que esse livro relate todos movimentos paredista,que serviu para receber o pouco que ganhamos, espero também que divulgue as péssimas condições de Rancho e os arrumados dos concursos para Sargentos e Cabos especialistas, e que desde 1997 não tem concurso para Sargento Combatente, ou seja, Policial de rua, o concurso de Cabo foi em 2001, porém vim para ser soldado, e espero um dia poder sair da Polícia, parabéns pelo livro, lógico se relatar isso.

    dantas disse:
    dezembro 18, 2010 às 22:28

    Formulo os meus sinceros agradecimentos à soldado Gláucia, pela excelente divulgação que está fazendo do nosso trabalho.Att. Cel PM Angelo Mario de Azevedo Dantas

    Anonymous disse:
    dezembro 17, 2010 às 23:00

    esse coronel num tem nada mais interessante pra fazer não hein. Homi vá procurar uma lavagem de roupa pois desenterrar defunto velho é coisa de coveiro.

    Anonymous disse:
    dezembro 17, 2010 às 3:27

    A iniciativa é boa, mas deveria se chamar de as historias das covardias. Ou a batalha de oficiais x praças

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s