Soldado Glaucia

"O verdadeiro desafio não é inserir uma idéia nova na mente militar, mas sim expelir a idéia antiga" (Lidell Hart)

POLICIAL CIVIL ARMADO É IMPEDIDO DE ENTRAR EM BANCO E PRENDE TRÊS PESSOAS

Três pessoas foram presas, no fim da manhã desta sexta-feira (4/6), por não autorizarem a entrada de um policial civil da Divisão de Operações Especiais (DOE) em uma agência do banco Itaú, na quadra 28 do Guará II. O policial foi barrado no estabelecimento por estar portando uma arma de fogo e entrou na agência depois de quebrar a porta com o braço.
Quando a porta eletrônica impediu a entrada do agente, o vigilante da agência reiterou que, armado, ele não poderia ter acesso ao local. “O policial pediu para falar com a gerente, que confirmou que ele não poderia entrar com a arma”, disse a delegada plantonista da 4ª Delegacia de Polícia (DP), Débora Albuquerque Couto.

A delegada informou ainda que, depois de entrar em contato com um delegado da DOE, o policial tentou falar com a gerente novamente e esta, mais uma vez, não permitiu a entrada. De acordo com o depoimento prestado, o policial civil falou mais uma vez com o mesmo delegado, que autorizou a voz de prisão da gerente e do vigilante, por desobediência e constrangimento ilegal.

Prisão

Após quebrar a porta e entrar no local, junto a outro agente do DOE, ele prendeu a gerente e o vigilante, além de uma terceira pessoa que teria filmado toda a ação em seu celular. No entanto, de acordo com a delegada, essas imagens não existem. Essa terceira pessoa disse à policia que era policial militar, mas os agentes da 4ª DP, localizada no Guará, checaram que a afirmação não procede.

O policial foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para realizar exame de corpo e delito. O vigilante também pediu encaminhamento ao IML.

A gerente e o vigilante responderão por desobediência (15 dias a seis meses de detenção) e constrangimento ilegal (três meses a um ano de detenção), e a testemunha responderá por identidade falsa (três meses a um ano de detenção ou multa). Eles também assinaram um termo circunstanciado, pois o crime é considerado de menor potencial ofensivo.

FONTE: Correio Braziliense

NOTA DO BLOG: Pelo Estatuto do Desarmamento o porte de arma é conferido, entre outros casos, aos policiais federais, policiais rodoviários federais, policiais civis, policiais militares e bombeiros militares. Segundo mesmo estatuto, as pessoas previstas terão direito de portar arma de fogo de propriedade particular ou fornecida pela respectiva corporação, mesmo fora de serviço. Esse não é o primeiro caso de que um policial foi impedido de entrar em uma agência bancária por portar arma de fogo. O Tribunal de Justiça de Goiás obrigou o Banco HSBC a indenizar em R$ 10 mil um policial militar , por ter impedido seu acesso ao banco por estar portando uma arma. O Tribunal entendeu que, identificada a condição de agente público, assim como a autorização do porte de arma, a entrada no banco deve ser imediatamente autorizada. Após adotar esse procedimento, torna-se indevida qualquer restrição. A situação de policial, como agente de segurança que detém o porte de arma, deve ser levada em consideração já que é obrigado, inclusive, a trazê-la consigo, sem descuidar-se ou conferir sua guarda a terceiro, sob pena de incorrer em falta grave.

Sobre estes anúncios

178 Respostas para “POLICIAL CIVIL ARMADO É IMPEDIDO DE ENTRAR EM BANCO E PRENDE TRÊS PESSOAS

  1. Raimundo Azevedo maio 10, 2014 às 15:55

    Segundo as estatísticas, o número de civis mortos por policiais é tão elevado quanto dos cidadãos de bens mortos por bandidos, inclusive, no Rio de Janeiro, em muitas situações não se sabe quem é policial ou quem é bandido. Bandidos vestidos de policiais chegam até fazer blitz.

    • Ivan maio 10, 2014 às 20:59

      É Raimundo, eu só tenho um sonho… ver toda a polícia do Brasil parar e poder presenciar pessoas como você de joelhos implorando a Deus pela volta das policias às ruas.

  2. Fabio dezembro 28, 2013 às 18:18

    Boa tarde, por acaso tem o número deste processo do TJ de Goiás, eque figura como réu o HSBC?

    • Jose Elizeu Da Costa Ferreira dezembro 29, 2013 às 14:38

      Deveria ser no TJ DF tendo em vista que o local da ocorrência foi no Guará DF,

  3. paulo sergio dezembro 22, 2013 às 19:34

    Alguns policiais se recusam a se identificar para o vigilante que esta de plantão, muitos acham que e uma humilhação, e a corporação e omissa a este respeito deveria informar aos seus policiais a questão e a segurança de todos.

    • Ivan dezembro 23, 2013 às 8:21

      Paulo Sergio, trabalho na policia ha 15 anos, e durante esse tempo, posso afirmar que conheci e conheço uma quantidade enorme de policiais, tanto civis, quanto militares, e ate hoje, nunca chegou ao meu conhecimento de que alguns policiais se recusem a se identificar para quem quer que seja, pelo contrario, a grande maioria se identifica ate demais. Voce foi a primeira e unica pessoa que vi afirmar isso ao longo desses quinze anos dentro da policia.

  4. Paulo dezembro 10, 2013 às 7:11

    Não se sabe o que aconteceu na porta do banco, será que esse policial foi o único a querer entrar na agência durante o trabalho deste vigilante e dessa gerente? Acredito mais no desequilíbrio do policial do que na insistência do vigilante e da gerente, e tem outra, é muito fácil comprar um distintivo falso e querer entrar armado em uma agência bancária, faltou bom senso e provavelmente humildade do polícia. Prender bandido ninguém quer né?

    • Ivan dezembro 10, 2013 às 17:26

      Paulo, apostar mais no desequilíbrio de um policial do que na falta de conhecimento do segurança e da gerente, é muito falho, é pré-julgar uma pessoa sem conhecê-la. De fato, é muito fácil comprar uma arma, um par de algemas, um distintivo e até uma farda, mas, não podemos deixar de ir ao médico por acreditar que ele pode ser um falso médico, deixar de ir ao dentista, deixar de obedecer a uma ordem legal emanada de um agente da autoridade pelas mesmas razões. Seria o fim da sociedade como a conhecemos, seria cada um por si e Deus por todos e isso é inadmissível numa sociedade. O policial agiu dentro do que as Leis determinam, pois o policia é obrigado à portar arma de fogo, pois é obrigado à prender em flagrante delito, isso é chamado de poder dever.

    • Walace Neri dezembro 17, 2013 às 8:24

      O policial não pode andar armado, ele DEVE andar armado. Quem nunca se sentiu constrangido ao ser barrado na porta de um banco, agora imagine este fato ocorrer mesmo com expressa previsão legal, dispondo sobre a sua permissão para adentrar no estabelecimento nessa condição, na condição de agente de segurança. Devemos diminuir nosso julgamento e respeitar todos os profissionais, como pessoa e como profissional que são.

      • Walace Neri dezembro 17, 2013 às 8:29

        Recentemente publicaram um artigo que nos remete a esta questão, vale a pena a leitura completa, a quem se dispor…

        ’’Policiais não são máquinas de produzir segurança: enfrentam situações de risco que os levam à morte e a lesionar-se em proporções muito mais altas do que a população civil; suas jornadas são exercidas em condições adversas e extenuantes; existe insuficiência de servidores para a quantidade de serviço; e seus equipamentos de trabalho e proteção pessoal muitas vezes são impróprios e inadequados.’’

        Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/opiniao/policiais-nao-sao-maquinas-de-seguranca-10785971#ixzz2njLwse9R
        © 1996 – 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

  5. luis carlos dezembro 5, 2013 às 23:01

    Não sou policial, mas, admito que o policial tinha razão. Esse povo que trabalha em Banco é muito folgado e pensa que só pq fica atrás de um caixa ou mesa pensa que pode humilhar todos. Os dois deveriam ficar 5 anos na cadeia…

  6. everaldo batista dias novembro 30, 2013 às 13:34

    Sou Policial Militar, e não há duvida que depois de identificado, deveria ser liberado a entrada no estabelecimento bancário , mais de modo nenhum justifica a maneira arbritária , se não fosse atendido, deveria ter sido tomados as providências que a lei requer e não a destruição de um bem particular.

  7. Sérgio Rodrigues novembro 28, 2013 às 23:21

    O policial, a “autoridade”, poderia entrar, sim, mas não poderia quebrar o vidro do banco. Pra mim, esse cara queria aparecer, e conseguiu. É fácil sair prendendo todo mundo, chamando gerentes de ignorantes e vigias de incompetentes… muito fácil. Se a polícia zela por nossa segurança, os vigias do banco e o gerente também, quando exigem que um policial se identifique na porta… Isso ´que ocorreu foi abuso de autoridade.

    • carvas novembro 30, 2013 às 11:53

      sua mula não leu que se indentificou três vezes e se quebrou e por que não quiseram abrir a gerente tem a obrigação de saber que não podia impedir a entrada do policial e apos dada a voz de prisão pode quebrar sim e incluir mais uma transgressão, desobediência!

      • Jose dezembro 5, 2013 às 16:51

        Rapaz, a mula aqui é você. Primeiro, tenha respeito com as opiniões aqui deixadas. Segundo, ele foi arbitrário sim! Tenho certeza de que uma pessoa sensata e equilibrada psicologicamente jamais teria quebrado o vidro da porta de um banco. Ele expôs todos em risco. e se o segurança do banco tivesse sacado uma arma? E se o policial disparasse acidentalmente e atingido um cliente? depois do dano causado, correr atrás do prejuízo é muito mais difícil. Se ele foi barrado, então que entrasse em contado com o delegado e tomasse as providências cabíveis. Sinceramente, não sei o que é pior: um bandido violento ou um policial desequilibrado. E nós, a população desarmada, no meio do fogo cruzado. Falta treinamento adequado para gente desse tipo.

      • Ivan dezembro 5, 2013 às 21:32

        Caro Jose, nao sei se você sabe os requisitos necessários para que ocorra uma prisão em flagrante, bem como quais são as prerrogativas e deveres de um policial, pelo seu comentário, aposto que nao. Se estudar um pouco direito penal e legislações referentes às policias ficará muito surpreso. acredito que você não tenha lido a parte em que a materia diz que o policial entrou em contato por três vezes com o delegado antes de efetuar as prisões. Por fim, a única coisa certa que disse foi sobre o respeito nos comentários e nada mais.

      • Jose dezembro 6, 2013 às 15:49

        Olá, Ivan. Realmente, eu desconheço as leis e regulamentações que permeiam a profissão de um policial. O que me resta é o conhecimento leigo de qualquer cidadão civil brasileiro. Sei que ele entrou em contato três vezes com a delegada. Ele pode, como policial, ter todo o direito do mundo (claro!) de se sentir ofendido e tomar as providências cabíveis – dentro do que seu poder permite. Mas eu duvido que a delegada tenha autorizado ou qualquer policial tenha apoiado ele arrebentar a porta de um estabelecimento armado com inocentes dentro. Foi como escrevi antes…desequilíbrio. Respeito os policiais e sempre fui muito bem respeitado por todos…seja numa blitz ou qualquer outro tipo de contato. O mote da questão aqui é o ser humano. E cada um, não importando sua profissão, pode exceder em função de um desvio de conduta. Se fosse tão legítimo assim garanto que haveriam casos como esse acontecendo aos montes. Na hora H, quem tem treinamento, discernimento e clareza no pensamento, jamais faria o que esse policial fez. Abraços.

      • Ivan dezembro 10, 2013 às 17:51

        Jose, mais uma vez volto a afirmar que o policiais agiu corretamente e totalmente dentro do que as Leis determinam. Embora possa parecer um excesso, eu lhe garanto, tudo esta previsto em Lei. Em flagrante delito, a porta de uma residência onde se encontra um criminoso deverá ser arrombada, por mais bruto que isso possa parecer, é apenas o cumprimento da Lei. O porte de arma do policial não é apenas um direito, mas um dever, policiais devem portar armas de fogo, pois devem prender em flagrante. O cidadão comum, PODE prender, mas não tem o DEVER legal de efetuar a prisão como ocorre com os policiais. Portanto, ao ser impedido de entrar na agência bancária pelo segurança, ratificado pela gerente, ocorreu um crime, sendo que naquele momento se fez necessário que o vidro da porta giratória fosse quebrado para que a prisão em flagrante pudesse ser realizada. Quando a ocorrer aos montes esse tipo de ação, vou falar por experiência própria, trabalho na policia ha 12 anos, ja entrei em inúmeras agencias bancárias, bem como conheço muitos colegas que assim como eu, nunca foram barrados em agências bancárias, ou seja, esse fato, é totalmente atipico.

    • Rogério Maciel dezembro 2, 2013 às 21:31

      Tinha que quebrar a porta mesmo. Houve uma ordem de prisão a um crime e em flagrante. Não tinha havia outra forma, já que impediram a entrada do policial, mesmo este se identificando.

      • Raimundo Azevedo maio 10, 2014 às 16:05

        ordem de prisão expedida por quem? somente a autoridade judiciária (juiz) pode expedir um mandado de prisão. Houve um verdadeiro excesso. O policial diz que se sentiu humilhado, mas ao quebrar a porta, e com certeza, deve ter entrado com arma em punho, constrangendo e amedrontando todos os clientes que se encontravam no interior do banco, para você isso e normal? Na minha opinião, sem saber realmente o que possa ter ocorrido naquele momento, mas acho que foi mais ABUSO DE AUTORIDADE, do que constrangimento.

      • Ivan maio 10, 2014 às 21:12

        Raimundo Azevendo, Não é necessário nenhum mandado para que se ocorra uma prisão em flagrante. Não houve excesso, pois a quebra do vidro foi necessária para se conseguir efetuar a prisão. O emprego de arma de fogo também foi necessário, pois os seguranças de banco portam armas de fogo e já houve até casos em que seguranças de um banco mataram um policial civil. E como já dito anteriormente, o policial tem o DEVER de portar armas de fogo e também tem o DEVER de prender em flagrante.

    • izabel janeiro 8, 2014 às 3:48

      exigir que se identifique sim, mas depois de devidamente identificado o policial com sua carteira de identidade, onde pode-se verificar a fotografia do agente, ele deveria ser liberado para entrar no banco. Sou policial e muitas vezes somos reconhecidos por meliantes que por algum motivo já os prendemos, por isso devemos estar sempre armados, tanto a trabalho como de folga, somos policiais sempre e não só quando estamos fardados e a arma faz parte da nossa segurança pessoal. Aí eu te pergunto: e se acontece um assalto no banco no momento em que o policial está lá? certamente o primeiro alvo será o policial e aí como poderá tentar se defender ou defender as pessoas que lá estão? de mãos abanando?

  8. alessandro bica oliveira novembro 28, 2013 às 19:06

    sou policial minha opinião e que também devemos respeito ao vigilante q esta despenhando sua função ,mas claro q nossa identificaçao e nossa funcional, e q ela não é intocável mas se se identificou e se gerou essa ocorrência nada mais justo e mais correto a atitude do colega.

  9. Marco salomão costa novembro 27, 2013 às 20:33

    Seu Doglas vc é policial lá no 5° dos infernos…..

  10. Carlos Cal novembro 27, 2013 às 16:11

    Qualquer imbecil, hoje, tem informação suficiente para saber quem pode entrar armado em qualquer estabelecimento. As polícias têm esse privilégio e eu concordo plenamente com isso. Se fosse numa ocorrência, a gerente e o vigilante até “beijariam” os sapatos dos policiais por terem salvo sua vida de uma ação criminosa. Agora, como o policial tentou entrar na agência como cliente, eles o trataram desse jeito. Prisão é pouco, tem que pagar pelo menos uma boa indenização por danos morais ao policial civil, e que isso sirva de exemplo para os demais. Falei mesmo.

  11. Luiz Miguel Scheis novembro 27, 2013 às 14:02

    LUIZ MIGUEL SCHEIS, novembro 27,2013, 154h50m..Sou Policial Civil a 32 anos e nunca passei este tipo de situação, tanto em Bancos de minha cidade, como em qualquer lugar que vou, acho que o bom senso deve sempre prevalecer, mas não podemos andar desarmados, pois muitas vezes na tentativa de evitar assaltos a Agências Bancárias, muitos colegas tem perdido suas vidas, ainda acho que o diálogo é a melhor saída..

  12. antonio novembro 27, 2013 às 13:49

    Boa tarde, sou Policial e nunca até hj. fui barrado em agências bancárias por está armado, sempre que me identifiquei ao vigilante a porta foi destravada para minha entrada,agora resta saber se já não havia ocorrido um desentendimento entre o vigilante e o Policial para que isso ocorresse, agora quanto ao fato dele ter quebrado a vidraça eu particularmente acho errado, pois se ele se achou ofendido por não ter o acesso concedido, deveria sim ter acionado uma viatura policial, e com a presença dos mesmos adentrado na agência e sim ai dado voz de prisão aos envolvidos e conduzidos todos ao Distrito Policial para as providências cabíveis. Seria o correto, o banco pode até processá-lo por danos ao patrimônio, e o mesmo ser enquadrado na lei de vandalismo; Fica ai meu entendimento.

    • Márcio novembro 28, 2013 às 11:49

      sem noção… danos ao patrimônio e lei de vandalismo?… Como iria efetuar as prisões se não quebrasse o vidro?… esqueceu que a porta tava travada, ele foi barrado…. vc é policial, mas é dos bem fraquinhos… Que opinião tosca

    • José dezembro 2, 2013 às 20:49

      E todos os Policiais que chegassem na agência teria que deixar a arma aonde para entrarem e efetuarem a prisão? se vc ler melhor a notícia a briga é justamente porque um policial não pôde entrar armado na agência, agora, chega uma guarnição policial com dois policiais para efetuar a prisão das pessoas, em vez de um são três policiais agora na porta da agência, ARMADOS, querendo entrar, e o pior, não mais pra ser atendidos e sim pra prenderem a gerente e o vigilante; Agora te pergunto: Vão deixar os policiais entrarem ou eles terão de quebrar a porta de vidro?

  13. Douglas novembro 27, 2013 às 12:29

    Eu servi as forças armadas durante 1 ano como soldado, lá dentro eu vi a autoridade desdes absurda, por pequenas coisas. Tá certo se está escrito na constituição que é previsto o uso de armamentos mesmo a paisana okay, mas quantos policiais, militares, acabam se comportando fora do normal, tendo crises ou um destitutório e cometem atos irrelevantes, isto é, se dá por meio de noticiários, não é verdade… precisamos ser protegidos em qualquer lugar mesmo dentro de um banco quem gostaria de ver um cara armado dentro de um banco? Vai saber quem é pode estar disfarçado, assumir identidade diferente e ai vai saber, e ainda está atitude de quebrar o vidro, por favor né.

    • Douglas novembro 27, 2013 às 14:52

      que tu sabe EV, quando os cara querem assaltar banco eles assaltam, dai fica impedindo um policial de entra no banco é só pra encher o saco mesmo.. Não fala besteira EV

    • Jaier novembro 27, 2013 às 16:50

      vai aprender a escrever loko…

    • Rafael novembro 27, 2013 às 16:59

      sai fora, nem sabe o que esta falando..

    • Ivan novembro 27, 2013 às 17:21

      Douglas, felizmente, não cabe a você criar leis que proibam que policiais fiquem proximos à população, pois no seu entendimento, o povo deve manter distância de policiais afinal a qualquer momento eles podem ter uma crise. Qualquer um, seja policial, ou até mesmo o próprio segurança do banco, pode ter uma crise e matar pessoas. Seja mais inteligente.

    • Pinheiro Rodrigo novembro 27, 2013 às 18:31

      baita militar,por issu q fikou so um ano,dxa d ser burro cara,c ele adentrou foi pq podia entrar.vcs so sabem criticar,mas qualquer briguinha d vizinhu,vcs jah ligam pra policia,pois naum tm capacidade d resolver.pense bem antes d criticar!

    • Herrera novembro 27, 2013 às 18:43

      Que comentário mais idiota e insensato, ainda mais vindo de alguém que passou pelo serviço militar (apesar de nunca ter participado de guerra nenhuma), pois saiba que o policial sai de casa todo dia para agir caso seja necessário. Pessoas que se comportam fora do normal existem em todos os lugares e, caso cometam alguma infração, devem ser responsabilizadas. Como diria Caetano Veloso: “Nossa! Como você é burro! Que loucura, tudo isso que você disse foi dito de uma maneira burra!!”

    • Edson Lau novembro 28, 2013 às 2:11

      Fui barrado no Banco do Sicredi, e o gerente veio até a saída do banco e voltou lá dentro e trocou o cheque! se eu soubesse tinha pedido uma indenização de 10 contos,hehehehehe

    • Elias De Conti Junior novembro 28, 2013 às 12:40

      o EV, td o que vc aprendeu nas Forças Armadas nessa mixaria de tempo que vc passou foi tirar guarda e fazer faxina, portanto, vc não sabe do que está falando…Se a Constituição nos autoriza a ter porte de arma, então quem é a gerente pra proibir?? se o agente público fizer cagada armado, ele vai ser responsabilizado por isso, inclusive sofrerá sanções na esfera administrativa, na civil e na criminal…esse papinho seu é de quem morre de vontade d poder andar armado e não pode..e outra coisa..quem quer assaltar um banco não vai parar em porta giratória..eles entram e quebram a porta.. EV bisonho…

  14. walter junior novembro 27, 2013 às 11:20

    apenas penso que facilita muito os bandidos em suas atividades apartir de agora . pra quem sabe ler um pingo e letra…………………….

    • fernando novembro 27, 2013 às 19:47

      Nunca vi vagabundo se identificar antes de assaltar!!! Vocês são uns imbecis e acham que são espertos!!!

  15. OSMAR novembro 27, 2013 às 10:13

    CARO AMIGO
    QUEM DERA SE A POLICIA MILITAR FOSSE MESMO UNIDA COMO FOI ESTA DELEGADA EM CONJUNTO E RESPEITO AO POLICIAL PARABÉNS AO POLICIAL E A DELEGADO PELO TRABALHO EXCELENTE QUE ISSO SIRVA DE EXEMPLO A TODO OS BANCOS BRASILEIROS E QUE O POVO EM SI APRENDE DE FORMA RESPEITAR O POLICIAL QUE SEJA CIVIL OU MILITAR,FEDERAL OU RODOVIÁRIO FEDERAL.

  16. ROBSON ABREU novembro 27, 2013 às 7:20

    RIDICULO, INCONCEBÍVEL, POIS UM POLICIAL QUE TEM CONSCIÊNCIA DO QUE É DEVE SER IMPARCIAL E SIM DEMONSTRAR QUE SUA CORPORAÇÃO É CORPORATIVISTA ONDE NÃO TRABALHAM PARA SOCIEDADE, ONDE NOS QUE PAGAMOS SEUS SALARIOS, DENTRE VARIAS SITUAÇÕES SEMPRE TEM UM POLICIAL CIVIL NO MEIO DO CONTEXTO. NESTE CASO ESPECIFICO, ERA SIMPLESMENTE, IDENTIFICAR E MOSTRAR QUE É UM CIDADÃO DIFERENCIADO E ENTENDER A SITUAÇÃO, MAS QUEM MANDOU VOCÊS NÃO ESTUDAREM.
    SOU MILITAR DA FORÇAS ARMADAS, TENHO AMIGOS, TANTO NA POLICIA MILITAR, COMO NA CIVIL E ELES FAZEM A DIFERENÇA, OU SEJA, FORAM INSTRUÍDOS E EDUCADOS E CUMPRI CONFORME O FIGURINO.

  17. Jose Elizeu Da Costa Ferreira novembro 27, 2013 às 7:06

    eu sou polcial e nunca tive nenhum problema em adentrar agencia bancaria armado logicamente apos identificação inclusive fui bem tratado pelos vigilantes. Mas cada caso é um caso.

  18. Sergio novembro 26, 2013 às 23:59

    Do Correio Brasiliense:

    “Segundo testemunhas, o vigilante pediu diversas vezes que o agente se identificasse, mas não foi atendido.”

    in: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2010/06/04/interna_cidadesdf,196117/index.shtml

    • Ivan novembro 27, 2013 às 6:37

      Muito estranha essa reportagem afirmar que o policial teria negado exibir sua identidade. Por qual razao o policial pediria para chamar a gerente senao o de obter a autorizacao? Ele teve o trabalho de ligar tres vezes para o delegado e informar sobre o ocorrido, falou com o vigia e com a gerente, mas mesmo depois de tantas tentativas teria se recusado a fazer o mais simples… exibir sua identidade.

  19. tiozão novembro 26, 2013 às 23:51

    Alienados boa noite ,Olhem só A Lei nao pede ,Ela estar ali para ser cumprida ,idiotas VIGIA que sempre dá um de autoridade ,quando nao é porra nenhuma, Gerentinha de bosta que ser a dona do banco .Para a lei nao existe cunversa…. descato é crime meu povo !!! e da uma jaulinha hehe

  20. Amilton novembro 26, 2013 às 22:22

    Pessoal, vcs tem k entender o cara era policial, vcs paisanos nao tem autoridade, entao nao falem bobagens do tipo, hà se fosse cidadao comun ia preso, mas isso é obvio que iria, afinal o policial pode prender e vcs nao, entao vcs ai k estao mordidinhos kkkkk porque nao podem andar nem com uma arma branca kkkkkk nao falem asneiras, parabéns ao policial, tem que mostrar quem manda, o vigia que se coloque no seu lugarzinho…

    • Ivy V. Mab novembro 27, 2013 às 0:56

      E o que aprendemos na lição de hoje amiguinhos? ^^
      Pare se assaltar um banco, basta ter uma identificação policial falsa \o/
      Assim que a porta te barrar por vc estar armado, vc mostra a identificação falsa, e o gerente liberará sua entrada por medo de ser preso. ;)

      • Sandro Souza novembro 27, 2013 às 8:08

        amiga, informe-se…é muio fácil entrar escondido com arma de fogo num banco….então vc está iludida com falsa segurança…por outro lado, policiais tb se idenificam porque agem em assaltos bancários e impedem cárceres privados durante ações criminosas em banco, assim tb estão informando quem são para segurança do próprio banco….

      • José dezembro 2, 2013 às 21:04

        Eu sou policial civil e nunca vi um assaltante se identificar para poder assaltar um banco, pelo contrário chegam atirando para todos os lados e quebrando tudo dentro da agência, portanto essa alegação de que agora eles irão fazer isso é ridícula.

    • Ivo Leonardo Vila Nova Campos novembro 27, 2013 às 11:32

      Todo Cidadão tem autoridade para dar voz de prisão, até a policiais… Vide: http://www.youtube.com/watch?v=U1vbLtb88RQ

  21. LEONARDO novembro 26, 2013 às 21:46

    Eu queria saber q mundo é esse q certas pessoas vivem,pra quem nao sabe arranjar um arma uma farda policial e a identidade policial é a coisa mais facil q tem nesse mundo dificil é esta na pele do vigilante q ganha mal pra tomar conta do dinheiro dos outros com uma merda de revolver calibre 38 concordo q ouve uma falta de dialago melhor mas nao temos q ta julgando ninguem agora quebrar o vidro do banco pra se achar ja é de mais

    • Ivan novembro 27, 2013 às 1:30

      Então para você quando um cidadão exerce seu DIREITO previsto em LEI ele está se achando?!?! Muito bom saber o nível de certas pessoas.

      • Iggor Vital Brazil novembro 27, 2013 às 8:13

        http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2010/06/04/interna_cidadesdf,196117/index.shtml

        se ele tivesse se identificado

    • Aguiar novembro 27, 2013 às 7:38

      Engana-se quem acha que os vigilantes existem para “tomar conta de algum dinheiro”. TODOS os bancos são obrigados a ter formas que dêm ideia de segurança. Por isso são obrigados a ter alguns vigilantes e portas detectoras de metais, unica e simplesmente para DAR IDEIA de estarem fazendo algo para evitar roubos. Assim preenchem os requisitos para conseguirem que TODA A GRANA SEJA SEGURADA e assim nunca tomam prejuizos com quaisquer roubos. Os honrados trabalhadores pais de família, vigilantes, são apenas FIGURANTES.

  22. Donizete Miguel novembro 26, 2013 às 20:29

    O pior de tudo é que quando roubam um banco quem o gerente chama primeiro?

  23. Leandro novembro 26, 2013 às 19:53

    A pergunta: Ele se identificou corretamente, apresentando sua funcional, ou quis entrar armado em um banco apenas de boca, se dizendo policial? Se apresentou, parabéns para ele. Se não apresentou, parabéns ao vigilante.

    • Ivan novembro 27, 2013 às 1:34

      Leandro, estamos falando aqui de um policial civil e não de uma criança de oito anos de idade, OBVIO que o policial (salvo aqueles que sofrem de suas faculdades mentais) apresentou sua identidade funcional ainda mais tratando-se de uma Instituição Bancária. Histórias como essas se repetem inúmeras vezes em diversos lugares, simplesmente pela ignorância das pessoas, as quais desconhecem as Leis, desconhecem até mesmo seus direitos.

  24. Roberto novembro 26, 2013 às 19:34

    TEM MUITA GENTE IGNORANTE QUE NÃO CONHECE A LEI E FALA O QUE ACHA QUE É CERTO, E NEM SABE O QUE É ABUSO DE AUTORIDADE E PODER! LEIAM MAIS PESSOAL, É POR ISSO QUE O BRASIL ESTÁ DESSE JEITO! SE ESTÁ INSATISFEITO COM A LEI, FAÇA ESSA MUDAR, OU VOLTE PARA SEU SOFÁ E VEJA AS NOVELAS DA GLOBO!

  25. George Machado novembro 26, 2013 às 18:39

    adoro ler noticias assim -PARABÉNS AO POLICIAIS!!!!

  26. carlos novembro 26, 2013 às 18:07

    Quanta gente ignorante, não sabem nada de leis, não sabem separar a condição de policial e a condição de cidadão comum, se o policial se identificou e tentou por várias vezes entrar no local de forma educada, foi impedido por um segurança que acha que é polícia e uma gerente arrogante, nada mais certo pela lei em dar voz de prisão em flagrante, acho que tem muita gente aqui que já teve problemas na justiça, cometendo crime, sendo preso e está aproveitando para despejar sua mágoa contra a polícia.

  27. justiceiro novembro 26, 2013 às 17:56

    Hoje em dia qualquer pessoa compra uma farda, e faz uma carteira funcional de Policial, no computador, e compra a carteira de couro com símbolo da PM ou Civil. Acredito que o vigilante e a gerente agiram corretamente.

    • Ivan novembro 27, 2013 às 1:25

      Entao, seguindo seu “belo” raciocinio, voce jamais obedecera uma ordem de parada de um policial, correto? Se todo mundo decidir que pode julgar se deve ou nao acreditar que o agente policial e ou nao policial, melhor extinguir a policia. Ja pensou voce nao ir ao dentista porque ele pode ser um falso dentista? ja pensou em nao comparecer ao Forum para uma audiencia porque o oficial de justica pode nao ser oficial de justiça? Amigo, ate que se prove contrario, nao ha motivo que justifique desobedecer a uma ordem legal.

      • Candiotto novembro 27, 2013 às 8:49

        Parabéns Ivan. Muito bem esclarecido,
        abraço.

    • Marcos novembro 27, 2013 às 23:12

      já q tá tão fácil assim mande 44 kit destes pra mim vou organizar um mega assalto
      (acorda meu filho vc deve ta de rabo preso com alguma coisa, vc ta por fora) idem a sua resposta Ivan q nosso amigo “Justiceiro” ta por fora q pelo jeito de justiça e leis ele ta por fora…

  28. Renato Baran novembro 26, 2013 às 17:36

    com tanto bandido solto por aí,será que este policial nao tem mais o que fazer?

    • Mateus novembro 26, 2013 às 18:44

      Você que não tem mais o que fazer seu energúmeno!!
      O policial tem que ir no banco e ele vai deixar de ir só pra agradar os outros neh. Tem que prende mesmo!

    • Cristian novembro 26, 2013 às 20:39

      tem sim, com certeza ele tem contas a pagar, um salário misero pra receber, por defender pessoas como você, que só aprende o valor que a polícia tem quando se ver com uma arma de um bandido no meio da cara, ou na cara de seus filhos, ou de seus pais…
      Que povinho…

    • Renato F novembro 26, 2013 às 21:18

      gente burra me dá nojo, vc é uma dessas!!!

    • hc novembro 26, 2013 às 22:00

      Caro Baran,
      A questão não é ter o que fazer, e sim, de exercer um direito, e mais, fazer valer o direito dele. Essa foi uma ação louvável do policial, pois, não se omitiu e fez valer o que está prescrito na Lei, nada mais. A meu sentir, o policial ainda foi muito ponderado retardando o máximo a prisão do vigilante e da gerente. Uma vez identificada cessa-se toda restrição quanto ao porte de arma.
      Respeito o seu protesto, mas, não concordo por ser injusto.
      Os banqueiros deitam e rolam em cima do povo com taxas e juros abusivos, e poucos cidadãos procuram seus direitos, quando lesados, não é o caso desse policial.

    • Jeferson Tadeu de Souza novembro 26, 2013 às 22:11

      Tem sim, ir ao banco pegar o extrato.

    • zeca novembro 26, 2013 às 22:29

      faltou bom senso das parte,se o gerente pedisse a funcional do policial e ele a mostrasse,qual era o problema.
      se o policial mostrasse su a funcional antes de de qualquer ato o vigilante com certeza ele deixaria o policial entrar.
      a ignorância atingiu as duas parte.

    • Ivan novembro 27, 2013 às 1:38

      Renato Baran, quando você se sentir indignado com uma loja de veículos que vendeu a você um veiculo zero quilômetro, pelo qual você pagou a vista e em dinheiro, mas não levou, pois a loja simplesmente não entregou o veiculo, em vez de procurar exercer seus direitos previsto em Lei de acordo com o código de defesa do consumidor, ou em qualquer outra circunstância em que seus direitos estejam sendo violados… VAI PROCURAR O QUE FAZER!!!

    • Elias De Conti Junior novembro 28, 2013 às 12:51

      agora pq é policial não se pode ir mais ao banco o retardado?? vai achar o que fazer o trouxa..

  29. Daniel novembro 26, 2013 às 17:28

    Segurança de Banco acha que é policial, ai quando aparece um Policial de verdade, eles querem parecer que sabem de alguma coisa…. mas não sabem de nada, ali quem decide é o gerente… que é outro despreparado que não conhece as leis…
    Parabéns ao Policial que é bem preparado e conhece as leis, voz de prisão e depois processo por danos morais…. só assim pros bancos respeitarem alguma coisa…

  30. Ivan novembro 26, 2013 às 15:56

    Algumas pessoas se recusam em aceitar que policiais NÃO sao cidadãos comuns. Por força de Leis especificas, as quais a grande maioria desconhece, pois nao lhes interessa terem acesso ao conhecimento, policiais são OBRIGADOS a portarem armas de fogo mesmo em suas folgas, pois sao OBRIGADOS a prender em flagrante quando presenciarem um crime, isso se chama poder dever (para os leigos). O cidadao comum PODE prender em flagrante, enquanto que o policial DEVE sob pena de ser punido. Antes de sairem proferindo absurdos sobre a policia, procurem estudar as leis em vigor, procurem saber mais sobre seus direitos do que sobre futebol, novela e BBB.

  31. Sergio novembro 26, 2013 às 15:22

    Aqui há várias decisões judiciais, onde os ‘direitos’ dos policiais armados não prosperaram: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca?q=POLICIAL+MILITAR+ARMADO

    • Daniel novembro 26, 2013 às 17:36

      Cabeça de juiz, que não sabe o que é a vida dos “homens comuns”, permite interpretação absurda da lei. O porte de arma do policial é valido em todo o territorio nacional, com raras exceções, que devem estar expressas em lei. Por esse mesmo motivo é que o policial pode entrar armado em boates, quer o dono queira ou não. O entendimento dos tribunais superiores caminha neste sentido.

  32. Marcus Alessandro Engel Souza novembro 26, 2013 às 15:14

    Mais caso tipico de ego inflado e abuso de poder,o poder corrompe o homem,se estivesse desarmado quero ver quebrar a porta e entrar ,duvido ,armado é pitbull desarmado é lessie!

    • Daniel novembro 26, 2013 às 17:24

      O pitbull armado defende a sociedade e sua família… então quando vc estiver com problemas,não corre pra chamar a polícia!!!

    • Daniel novembro 26, 2013 às 17:33

      exercício regular de direito é ego inflado? O policial ainda conversou amigavelmente com o vigilante e gerente…

    • carlos novembro 26, 2013 às 17:56

      E tu é muito machão….

    • Cristian novembro 26, 2013 às 20:41

      Se ele estivesse desarmado ele teria entrado sem quebrar nada, óbvio…

    • João Batista novembro 26, 2013 às 21:26

      O cara você não sabe nem oq está falando, então cala a boca, quando vê assim é pq sempre sonhou em ser um policial….Palhaço

    • Ivan novembro 27, 2013 às 1:45

      Marcus, impedir a entrada de um policial armado em qualquer estabelecimento público é CRIME. O policial cumpriu com seu dever legal de prender em flagrante indivíduos que acham estar acima das Leis ou que simplesmente são ignorantes e as desconhecem e que mesmo assim, não justifica pois, ainda de acordo com a Lei, ninguém pode alegar em sua defesa desconhecimento das leis para não cumpri-la.

    • José dezembro 2, 2013 às 21:13

      se estivesse desarmado não teria tido confusão alguma Anta!!!!

  33. marcos novembro 26, 2013 às 15:12

    trabalho na segurança pública e digo o policial agiu de forma correta, dialogou com o vigilante, com o gerente até mais de uma vez e não houve acordo, fez o que deveria ser feito está amparado pela lei tem o porte é policial o porque o impedimento para dentro da agencia isso é sacanagem e tem mais deveria processar a agencia por danos morais, quanto ao dano do patrimônio privado foi preciso ser feito isso para que o mesmo cumprisse seu serviço e fazer a apreensão dos que descumpriram a ordem de um agente de autoridade policial.

    • ericaineis novembro 26, 2013 às 23:05

      perai concordo plenamente com a ação do policial mas quanto a quebrar o vidro ja foi demais pra mim

      • Elias De Conti Junior novembro 28, 2013 às 12:55

        queria que ele se teleportasse pra dentro da agencia??rsrs se a porta tava fechada e o vigilante não abria teve q quebrar neh…meio óbvio…e está respaldado pela lei…

  34. Marco Aurelio novembro 26, 2013 às 15:01

    Entendo que o policial tem direito de entrar, e que a quebra da vidraça se fez necessária pois queria aplicar o flagrante delito, até porque diz na CF, que por motivos de flagrante delito é permitido entrar, nem que seja na marra (não com essas palavras está escrito), mas vejamos por todos os lados, existem centenas de relatos, de bandidos se disfarçando de policiais, com golpes cada vez mais elaborados, acho que a instituição inicialmente agiu certo em barrar a entrada, mas eles deviam ter contatado diretamente o oficial superior, depois disso ter permitido a entrada, mas como a reportagem fala (nem sei se confere com a verdade) mesmo depois de contato eles não permitiram, ai sim eles estavam errados.

  35. Ana novembro 26, 2013 às 13:44

    Se fosse um cidadão comum e quebrasse o vidro, causando um dano material iria preso mas um policial que acha que pode tudoooo… Que pais é esse???!!!!

    • Mateus novembro 26, 2013 às 18:49

      Ignorância é mato neh… Ele simplesmente PODE pois o ato se fez necessário para efetuar a prisão em flagrante do vigilante, estando o policial no exercício regular da profissão

    • Cristian novembro 26, 2013 às 20:43

      O policial que acha que pode tudo, quando ver você ou seus filhos com uma pistola de um bandido no meio da cara realmente tem que dar as costas… A vida dele mesmo é mais importante, do que se arriscar inutilmente por pessoas que pensam assim né??? povinho hipócrita, que basta acontecer uma merda pra recorrer à maldita polícia.. ou será que recorrem aos bandidos??? vai saber..

    • Ivan novembro 27, 2013 às 1:55

      Ana, estude meu anjo, por favor, faça esse grande favor para a sociedade. Um cidadão comum se quebrasse o vidro da agencia responderia SIM pelo crime de dano, EXCETO se ele ficasse preso na porta giratória, ou fosse mantido preso no interior da agência bancária, tendo assim seu direito de ir e vir previsto em Lei burlado, exatamente como ocorreu com o policial que viu seu direito de entrar armado em qualquer local aberto ao publico ser violado. Portanto, o policial não agiu por achar que pode tudo, agiu dentro da Lei ao prender em flagrante individuos que cometiam um crime.

  36. Ianak Alencar novembro 26, 2013 às 13:35

    Parabéns a este policial civil que fez valer a Lei, pois devemos nos sentir protegido em agências bancárias quando existe um Policial armado la dentro. Parabéns Policial.

  37. MMMMMMMMMMMMMM novembro 26, 2013 às 13:10

    Sou pol.militar, ando armado aonde quer que eu va, e se precisar entrar na agencia nao posso confiar minha arma a terceiros, pelo amor de Deus, o cara se identificou deixa ele entrar, depois chama ele de canto e conversa, precisa chegar nesse ponto, sõ um bando de encrenqueiros mesmo PQP.

    • fernando novembro 26, 2013 às 15:47

      só pq vcs são policia acham q tem o direito de fazerem o q quiserem? esse retardado deveria ter tomado uma bala na cara por quebrar o vidro!

      • carlos novembro 26, 2013 às 17:59

        Pelo jeito tu ja teve problemas com a polícia fernando…

      • Cleiton novembro 26, 2013 às 18:13

        Não fala besteira fernando,é por causa de gente como você que esse pais esta desse jeito!

      • Cesar Benicio novembro 26, 2013 às 21:32

        Quem tem de levar uma “bala” na cara é a pessoa que faz um comentário idiota como o seu!!!OTÁRIO

      • Ivan novembro 27, 2013 às 2:00

        Agora cumprir a Lei é achar que pode fazer o que quiser? Quem achou que poderia fazer o que queriam foram os funcionários do banco que cometeram um crime ao impedir o acesso ao interior da agencia pelo policial. Se algum dia voce tiver a curiosidade de ler a Constituição Federal, a Lei 10826/03, entre tantas outras Leis, vai descobrir que o policial tem o DEVER de andar armado, tem o DEVER de prender em flagrante. A ignorância de algumas pessoas é tão assustadora a ponto de achar que quando alguém cumpre o que a Lei determina o faz porque pensa que pode fazer o que quiser.

  38. Anderson Santana Cardoso novembro 26, 2013 às 12:55

    Quando se trada de polícia melhor nem comentar eles nunca erram né?

  39. Tenho Vergonha Dessa Policia novembro 26, 2013 às 12:50

    Bom saber como proceder quando for barrado num local ilegalmente é meter o braço e quebrar tudo, agora se fosse um cidadão barrado ilegalmente e quebrasse ele ia pra cadeia, imagina num acidente de transito um ser desse com uma arma na mão, como resolve as coisas ou em qualquer conflito, afinal ele é policial o negocio e meter a carteira na cara e a porrada, afinal leis e justiça num se aplica a policia, já vi pessoalmente 2 casos parecidos, um de um policial que tava bêbado e queria porque queria entrar na formatura da filha armado, o segurança não deixou, meteu a mão na cara do segurança ameaçou ligou chamou 6 viaturas, ainda bem q a diretora se meteu se não o coitado do segurança ia preso e tava tão bêbado o policial q tirou a farda do carro e vestiu ao contrario, ainda os policias qriam conversar com o segurança de canto a diretora não permitiu e o outro caso foi na faculdade de um policial que dava carteirada pra entrar na faculdade armando, lá dentro ficava toda hora levantando a camisa e expondo a arma, bem dizia um amigo meu coronel, ninguém respeita a policia por que eles num se dão o respeito. E oque é mais vergonho é um monte de policial aqui achando isso bonito.

    • carlos novembro 26, 2013 às 18:03

      Não generaliza o idiota, tu não sabe nada o que é ser policial e quando tu tiver em uma situação de perigo, é para a polícia que tu vai pedir socorro

    • Povo sem noção... é isso que a falta de cidadania faz, novembro 26, 2013 às 18:34

      Policial não é cidadão comum, se você acha que é quando tiver problemas chama o Batmam… ele agiu corretamente quando quebra o vidro , pois ele tem que cumprir o dever de prender aqueles que descumpriram a LEI. Agora se vc quiser quebrar um vidro, quando for barrado tenha passado no concurso de Policial Civil ou Militar e defenda o cidadão nos momentos de seus problemas , porque se vc acha que não precisa da policia simples ,não chame quando tiver problemas , não presta mesmo.POLICIAL TEM QUE PERMANECER PELO MENOR TEMPO POSSÍVEL NESSES LOCAIS APÓS IDENTIFICADO, PARA GARANTIR A SEGURANÇA DELE E DOS DEMAIS , é por isso que eles tem o privilegio de serem atendidos primeiros, pois portam aramas e não podem conceder a guarda da arma para terceiros sobe pena grave.

    • João Paulo de Almeida novembro 26, 2013 às 21:54

      Meu caro, você não pode julgar toda a corporação baseado em atitudes isoladas e inaceitáveis de alguns colegas, no entanto o caso em tela é visível o constrangimento do policial, quanto ao vidro quebrado, deve ser analisado as circunstâncias do fato ocorrido.

    • Ivan novembro 27, 2013 às 2:06

      O policial exerceu seu direito de entrar armado em qualquer local público. É LEI, não é achismo, não é querer ser mais do que ninguém, ou querer fazer o que bem entende, é apenas cumprimento da LEI. Nenhum policial pode ser impedido de entrar armado em locais públicos, mesmo embriagado, NÃO pode impedir. A lei é clara, o policial tem o direito de entrar armado, mas responderá por algum eventual excesso que possa ocorrer, como por exemplo balear e matar aguem. Se não concorda com o DIREITO do policial previsto em LEI, proteste e exija mudanças, mas não descumpra o que a LEI DETERMINA.

  40. ailton novembro 26, 2013 às 12:46

    a opinião de quem é contra esse procedimento do policial civil,que adentrou ao banco usando de meios necessários,pois havia flagrante de de crime de desobediência,é bem características de leigos,pois nem se quer procuram ler as leis com atenção,talvez leem de cabeça para baixo,por isso não entendem!!concordo com você renato!

  41. Patrick Schmidt novembro 26, 2013 às 12:24

    Calma ai mas e pq esse policial não se identificou na entrada apresentando a sua carteira funcional? Provavelmente ele não fez isso e além do mais ele não tinha o direito de quebrar o vidro da agencia. O vigilante tem o dever de proteger o patrimônio privado para mim isso que o policial fez é um absurdo e falta de respeito quem deveria ser preso era o policial fazer estragos em patrimonio privado.

    • Ivan novembro 27, 2013 às 2:12

      Patrick, veja o seguinte exemplo, você entra numa agencia bancária e quando tenta sair é impedido pelo segurança, então, tendo seu direito de ir e vir violado, você quebra o vidro da agencia bancaria e vai embora, você estaria agindo dentro da Lei, o mesmo ocorreu com o policial que mesmo tendo o DIREITO de entrar armado em qualquer local publico, foi impedido de faze-lo.

  42. dudu novembro 26, 2013 às 11:18

    ele quebrou o vidro porque tinha que prende a gerente e o vigia, que não queriam deixa-lo entrar.

  43. monteiro novembro 26, 2013 às 11:11

    Não é que esteja acima da lei meu nobre, e sim que estar amparado em lei, os policiais são regidos pela lei de forma diferenciada, nos Estados são regidos por leis próprias, desta forma são os únicos que podem portar e transitar com asmas, mesmo em folga, vez que são policias 24h, por lei é obrigado a enfrentar o perigo. alguém mais tem esta obrigação? ate onde sei todo cidadão tem direito de fuga, não de enfrentar o perigo. Acho que a rapaziada tem que se orientar um pouco mais.

  44. Cíntia Bruch novembro 26, 2013 às 9:24

    Sou policial e não entendo que estejamos acima da lei, apenas que são leis distintas. Podemos sim utilizar a arma de maneira ostensiva, até por que se temos que nos identificar pra entrar no ambiente bancário presume se que estamos armados. O que deveria na maioria das agencias é: o policial não ser obrigado a passar pela porta giratória e sim ser aberta uma outra porta, para evitar o constrangimento de ficar naquele anda – para – anda – para até o vigilante apertar o botão para destravar a porta giratória. Todos os policiais, sejam eles civis, militares ou federais devem ser respeitados. O impedimento de adentrar no estabelecimento bancário é inconstitucional.

  45. JOÁS novembro 26, 2013 às 0:36

    ELES TIVERAM SORTE QUE ELE( O POLICIAL) REALMENTE ERA UM POLICIAL COMPROMETIDO COM SEU DEVER FUNCIONAL. POIS, SE FOSSE UM MARGINAL ELES NÃO ESTARIAM NA DETENÇÃO, E SIM NA PRISÃO ETERNA! FICA A DICA!

  46. paulo santos novembro 25, 2013 às 23:03

    ESTE SERVIDOR PÚBLICO, SE ESQUECE DE QUE ELE É UM FUNCIONÁRIO PÚBLICO, QUE DEVE DAR EXEMPLO, SE PORTAR DE MANEIRA ADEQUADA E PRINCIPALMENTE LHE FALTA HUMILDADE COMO HA MUITOS POLICIAIS QUE SE ACHAM MELHORES QUE OS OUTROS CIDADÃOS.

    • Ivan novembro 27, 2013 às 2:15

      Então para você quando um cidadão exerce seu DIREITO previsto em LEI ele está se achando?!?!

  47. Jones Mendes novembro 25, 2013 às 21:01

    Sim, policiais podem entrar armados em QUALQUER lugar do território nacional. Se o banco é território estrangeiro desconheço tal propriedade.

  48. Emir Larangeira novembro 25, 2013 às 17:41

    Vigilante não é agente público e não pode agir com base no Poder de Polícia. Pode, sim, como qualquer cidadão, até prender alguém em flagrante delito de crime ou contravenção. Não era o caso. Deste modo, ao tentar impedir o exercício pleno do direito do policial, conferido em lei, ele, o vigilante, sim, incorreu em crime, assim como o gerente, e receberam o castigo devido. Porque nenhum pressuposto (ou preconceito) justifica um cidadão “desconfiar” de policial devidamente identificado, estando ou não de serviço. Afinal, o policial está sempre de serviço, mesmo na folga, pois lhe cabe o dever de agir, diferente do cidadão comum, que tem apenas o direito de agir para se defender ou no caso já comentado de flagrante delito de crime ou contravenção. Enfim, não importa nenhuma opinião contrária de quem não gosta de policiais por cacoetes ideológicos…

  49. paulo novembro 25, 2013 às 17:37

    Espero que além de ser presos os envolvidos ,tenha levado uma boa surra , para nunca mais barrar policiais,isso é uma vergonha…

  50. Homero novembro 25, 2013 às 17:32

    então tah entendi agora somente os bandidos podem entrar armados nos bancos…agora sim ficou claro!!

  51. Anonymous novembro 25, 2013 às 16:55

    Não é quebrando a agencia que o problema vai ser resolvido. A polícia só sabe resolver os problemas desta forma. Polícia=Lixo.

  52. Adriano Guini novembro 25, 2013 às 16:30

    Um agente penitenciario daqui de São Paulo foi indenizado em 15 mil reais por ser barrado pelo segurança do banco e pelo gerente que tbm barrou sua entrada.

  53. Doug Simões novembro 25, 2013 às 16:04

    Não pode filmar com celular?

  54. Denis novembro 25, 2013 às 15:02

    O fato dele ter quebrado o vidro da agencia não seria também um fato de desordem do policial?Obviamente o policial estava errado, pois por qual motivo teria levado preso a pessoa que filmou o momento?Certamente algo de errado esse policial fez, pois não seria barrado se estivesse de acordo com a lei que o protege.

  55. Leandro Ronald Cunha Lima novembro 25, 2013 às 14:56

    É… Aí entra no banco um policial PERTURBADO ou PSICOPATA (todo mundo está sujeito a ficar assim), dá tiro pra todo lado, mata pessoas inocentes e depois, botariam a culpa na gerente e no vigilante mesmo assim, alegando o contrário, ou seja, que deveriam tê-lo impedido de entrar armado no estabelecimento. O banco ITAÚ é uma instituição PRIVADA. Então, cabe a ela dizer SE permite ou não a entrada de quem quer que seja! OU VOCÊ PERMITIRIA QUE UM CARA ARMADO FOSSE ENTRANDO NA SALA DA SUA CASA? -> ISSO FOI ABUSO DE PODER! ISSO É BRASIL!!!

    • Ivan novembro 27, 2013 às 2:27

      Leandro, de fato em todo e qualquer lugar do mundo um policial pode ter um surto psicotico e matar todo mundo, entretanto ele pode fazer isso em qualquer lugar, numa padaria, numa praça cheia de crianças etc e somente ele responderá pelos seus atos, nenhum Juiz nesse planeta condenaria um gerente e um vigilante pelo fato de um policial ter enlouquecido e matado pessoas, pois não existe previsão legal, ou seja, não há lei que afirme isso (que aparentemente so existe na sua cabeça). Quanto a sua afirmação de que o banco é uma instituição privada e que cabe a ela decidir quem entra armado ou não, esta completamente equivocado, pois a LEI é CLARA e afirma que o policial tem o direito de entrar armado em qualquer local publico e o banco, embora privado, é aberto ao público, seria o mesmo que o dono de uma padaria impedisse que policiais entrassem em seu estabelecimento armados, para tomarem um cafezinho, simplesmente por estarem armados. Já uma residência, NÃO é um local público, portanto, um policial não poderia entrar armado exceto em flagrante delito, como dita a LEI. As pessoas precisam estudar mais antes de abrir a boca para falar sobre coisas que desconhecem completamente, mas como diz você, isso é Brasil, lugar de gente sem cultura, sem educação e sem conhecimento sobre Leis.

  56. César novembro 25, 2013 às 14:48

    Anônimo zé roela: o policial só quebrou o vidro porque havia uma situação de flagrante delito. Depois de reiteradas vezes barrado, ele não entrou lá para fazer o que queria quando se dirigiu ao banco, mas sim para dar voz de prisão aos criminosos (criminosos sim, pois cometeram dois crimes). Portanto, vez que não conseguiria por outro meio adentrar ao estabelecimento, utilizou-se dos meios necessários para cumprir o seu dever, o que é uma excludente de ilicitude, consonate art. 23, III, do Código Penal pátrio. PARABÉNS AO POLICIAL POR TER QUEBRADO A PORTA E DADO CANA NOS CRIMINOSOS!

    • ericaineis novembro 26, 2013 às 23:11

      concordo plenamente com a atitude do policial, mas nao intendi a prisão da terceira pessoa so pq estava filmando. FILMAR E PROIBIDO NESSE PAIS?

  57. Blablabla novembro 25, 2013 às 11:09

    Um desequilibrado desse quebra o vidro de uma agência bancária e as pessoas ainda aplaudem….

    • Ivan novembro 27, 2013 às 2:29

      Então para você quando um cidadão exerce seu DIREITO previsto em LEI ele é um desequilibrado?!?!

  58. Ivan Rodrigues novembro 25, 2013 às 9:55

    O porte de arma é inerente à função e a cautela é pessoal e intransferível. Somente outro representante do Estado pode acautelar a arma do policial. O legislador também é incompetente e burro.

  59. vania carvalho novembro 25, 2013 às 9:36

    Acho que todas as pessoas, desde de criança, deveriam ter noções básicas de direito. Só assim não cometeriam tantos erros como esse por exemplo. O policial estava em pleno gozo do seu direito e pessoas com a sabedoria de quem só leu a vida toda revista do tipo ” ti ti ti”, “minha novela” e outras que não trazem nada de útil,pesam que estão cheios de moral para encher o peito e dizer que ali ele não pode entrar tolhendo assim o direito de ir e vir.

  60. maria de lourdes marques novembro 25, 2013 às 9:29

    pelas normas do BB que eu saiba, o policial armado, depois de identificado, tem a prioridade no atendimento e é acompanhado por um funcionario do banco para que esse atendimento ocorra o mais rapido possivel.

  61. João Xavier Fernandes. novembro 25, 2013 às 6:24

    Polícia deve ser tratada como Polícia de verdade, não de brincadeira! Um vigilante de empresa privada dar ordens para um Policial é o fim do PODER DO ESTADO! O Policial representa nada mais nada menos do que o PODER ESTATAL! Entendo que o Vigilante e a Gerente não cometeram crimes leves, mas sim crimes GRAVÍSSIMOS! Deviam ser apenados com RECLUSÃO, em REGIME FECHADO, por ATENTADO AO PODER DO ESTADO. E Á ORDEM JURÍDICA VIGENTE!

  62. fabricio novembro 24, 2013 às 22:05

    o porte de arma referido no art. 6 da lei 10826/03 trata do cidadão comum, devidamente autorizado pela PF….já os policias possuem PORTE FUNCIONAL, derivado da investidura em cargo público de natureza policial….

  63. anonymous novembro 24, 2013 às 16:23

    Só mesmo um bando de cérebro de minhocas para parabenizar essa bosta de policial. Esse país é mesmo tupiniquim. Deixem de ser imbecis, seus panacas. Um policete desse não é nada frente ao poder econômico, que na hora que quiser manda esse otário para o xilindró.

    • Ivan novembro 27, 2013 às 2:33

      O policial não prendeu o banco, prendeu dois funcionários que transgrediram a Lei. Exercer seu direito previsto em Lei não é ser um bosta, bosta são aqueles que mesmo tendo seu direito garantido em Lei, enfia o rabo entre as pernas e sai chorando as pitangas.

  64. pedro julho 7, 2013 às 18:06

    enquanto não mudarem a lei, os policiais continuarão sendo barrados nas agencias bancárias, diz a Lei : “6.O titular de porte de arma de fogo para defesa pessoal não poderá conduzi-la ostensivamente ou com ela adentrar ou permanecer em locais públicos, tais como igrejas, escolas, estádios desportivos, clubes, agências bancárias ou outros locais onde haja aglomeração de pessoas em virtude de eventos de qualquer natureza ” A lei fala que é proibido e não cita quem pode entrar como no caso dos policiais.

    • Renato agosto 2, 2013 às 14:28

      Pedro há um erro gravíssimo na sua contestação o que você reproduziu se aplica a cidadãos quanto ao agentes estatais o porte é conferido nesses locais sim! Desde que de forma discreta e não ostensiva. Procure se orientar melhor.

      • raul novembro 24, 2013 às 22:07

        e mais meu amigo falta mais gente nesse bolo ai tais como agente penitenciarios e magistrados depois de identificarem-se tem o direito de permanecer armados

      • Aureliano novembro 25, 2013 às 13:54

        Errado, sou barrado em diversas casas noturnas por isso…

      • diego bispo novembro 26, 2013 às 13:07

        ai sim… naum sabe naum opina… boa parceiro…

    • Pereira novembro 24, 2013 às 18:47

      VC MESMO DEU A RESPOSTA pedro, O PORTE PARA DEFESA PESSOAL, O PORTE DO POLICIAL E EM RAZAO DA PROFISSAO, NAO HAVENDO RESTRIÇOES PARA ENTRADA EM AGENCIAS BANCARIAS, O QUE AS PESSOAS GOSTAM E DE HUMILHAR O POLICIAL, ATE PRECISAREM DA POLICIA

    • gilson saul soares novembro 25, 2013 às 6:01

      falou tudo amigo valeu

    • Alemão novembro 25, 2013 às 11:10

      A lei citada só vale para cidadão comum e não para policial.

    • Vinicius novembro 25, 2013 às 13:01

      Na verdade essa é a regra para portes de arma concedidos pela PF. A Lei 10826 delegou aos comandantes gerais das polícias militares e aos delegados gerais das polícias civis estaduais regular o porte de arma de seus subordinados em estabelecimentos com grande aglomeração de pessoas. No caso de São Paulo, tanto a PM quanto a PC são autorizadas a portar arma, quando em serviço ou de folga, em qualquer local, inclusive locais com grande aglomeração de pessoas (shows, eventos esportivos, etc) e agências bancárias. Antes da Lei 10826, realmente existia a proibição, mas a partir de 2003 isso mudou.

    • Rafael novembro 25, 2013 às 14:40

      Os policiais meu amigo tem um negocio que se chama lei orgânica da policia e eles são regidos por essa lei e essa mesma lei os obriga como agentes da lei a portar mesmo que fora do horario de serviço a arma. Se o policial for pego em uma igreja banco ou qualquer outro lugar sem a sua arma ele sofrera processo administrativo com penas na lei

      • sadi rigon novembro 26, 2013 às 22:21

        Caro Rafael o porte de arma para o os policiais é regulado por Lei Estadual específica, autorizando o porte em todo território, na nacional, locais de aglomeração de de pessoas e…, porém na é uma Lei Orgânica, haja vista, ser esta As Leis Municipais, bem fora de serviço se quiser pode andar sem sua arma, sem sofrer nenhuma, entretanto, é responsável
        por ela e não pode passar a sua guarda para outra pessoa, sob pena de responsabilidade.

    • maula novembro 25, 2013 às 14:55

      Acontece que a arma do policial não é apenas para sua defesa, mas sim, também, para defesa de terceiros, então essa lei não cabe aos policiais!

    • Allyson novembro 25, 2013 às 20:01

      mais vc é burro mesmo! Leia certo o que diz a lei antes de ficar postando besteiras!

    • Aroldo novembro 25, 2013 às 22:53

      O porte de arma do policial é diferente da regra para o cidadão não policial. Trata-se de porte funcional, com acesso a qualquer local público sujeito a fiscalização policial.Se assim não fosse, não poderia haver o trabalho policial em muitos locais. Fez muito bem o policial ao prender os três no banco.

    • DAVIDSON BERNARDES novembro 25, 2013 às 23:17

      Amigo, esse artigo que tu citou é explícito: “Titular de porte de arma para defesa pessoal”… No caso de agente de segurança pública, o porte é livre, assim como seu acesso a todo e qualquer local sujeito a fiscalização pelos órgãos de segurança pública… Pra um mais fácil entendimento: Se o banco for roubado, e a polícia for acionada, ela entrará desarmada no banco?

    • ilmar alba novembro 26, 2013 às 9:33

      Isso ai é pra cidadão comum. Policial DEVE portar a arma constantemente, pois não pode deixar ela desguarnecida. E outra: Quantas vezes um policial impediu assalto, saidinhas de banco, etc.., por estar armado. Vc um dia talvez precise de um policial armado por perto, dai quem sabe, mude de opinião.

    • miguel neto novembro 26, 2013 às 12:49

      Meu caro, o senhor fez uma interpretação errônea com relação a lei. Essa restrição de acesso aos locais onde tem aglomeração de pessoas, tais como estádios igrejas, agências bancárias, é para O PORTE DE DEFESA PESSOAL, ou seja, para os cidadãos não policias, que requerem junto ao DPF, a possibilidade de portar arma de fogo em razão de segurança pessoal.

    • Robert novembro 26, 2013 às 13:05

      Leia novamente cara.
      “”O titular de porte de arma de fogo para defesa pessoal ….”” PORTE DE ARMA PARA DEFESA PESSOAL, o que não é o caso no caso acima, quem pode ter porte de arma para defesa pessoal é um civil qualquer, policiais não.

    • may novembro 26, 2013 às 14:33

      No maranhão aconteceu caso semelhante a esse com um tenente do Bombeiro,que foi barrado fardado pelo vigilante.o vigilante e o gerente foram conduzidos a delegacia onte responderam ao TCO,por constrangimento ilegal vigilante ainda disse” quem poderia entrar armado só policia federal e Militar,nem citou PC.não conhece estatuto do desarmamento.

  65. Anonymous julho 14, 2011 às 3:56

    Uniforme da policia qualquer um pode comprar … qualquer policial pode entrar em agencias bancarias armado desde que se identifique com sua funcional … Policiais não estão acima da lei.

    • Ricardo novembro 25, 2013 às 20:22

      ó meu Deus, tanta revolta e tanta ignorância, filhinho q não se identifica, o policial não esta na acima da lei, ele esta na lei, a lei permite a entrada de policiais armados em bancos após devida identificação, e ele agiu conforme a lei manda…bom no mais vai ler um pouco mais antes de falar sobre assunto q desconhece….BONS ESTUDOS!!!

    • Leonardo novembro 26, 2013 às 7:38

      deixa de ser furingo bota a cara cusao

    • Rafa novembro 26, 2013 às 9:35

      Preste atenção! Ele é policial civil, não estava fardado. Ele mostrou sua identidade funcional, não agiu acima da lei.

    • Luciana novembro 26, 2013 às 12:23

      Não fale o que não sabe! Ter uma calça ou camisa no mesmo modelo, cor e tecido é uma coisa, mas qualquer um que tiver a farda e insignias sem ser policial está cometendo um crime. Bem como você disse “desde que se identifique com a funcional”. E é qualquer um que tem funcional?
      E outra, isso não tem nada a ver com estar a cima da lei pois tem lei específica permitindo aos policiais entrarem armados em bancos. Ou vc quer que o policial deixe a arma na calçada para entrar no banco?

  66. Anonymous março 19, 2011 às 12:25

    peraí, alguem me acorde, como é um desorientado quebra o vidro de uma agencia e todos dao parabens, fala serio?

    • Ivan novembro 24, 2013 às 22:48

      Quebrou porque um crime estava ocorrendo naquele local. Tanto que o gerente e o seguranca foram conduzidos a delegacia.

    • Eduardo novembro 25, 2013 às 13:15

      Filho, ele não quebrou o vidro simplesmente por quebrar ou para entrar na agência, ele quebrou para prender em FLAGRANTE os autores dos crimes que tinha acabado de presenciar, a prisão em flagrante era uma obrigação dele diante da ilicitude cometida, ele não escolhe se prende ou não. Se o único meio de efetuar a prisão era quebrar o vidro, ele fez corretamente.

    • Juninho Tkg novembro 25, 2013 às 20:01

      Interpretação de texto nota 0. O vidro foi quebrado para a prisão dos funcionários do banco que mesmo recebendo voz de prisão se negaram a liberar a porta, caracterizando resistência, logo o policial DEVE, em estrito cumprimento do dever legal, utilizar a força necessária para cumprir seu dever. Dê graças que após a entrada no estabelecimento os funcionários cessaram a resistência, pois os danos poderiam ter sido muito maiores.

    • Cassia novembro 26, 2013 às 4:59

      desorientado é você, ele quebrou o vidro para efetuar a prisão e não somente para adentrar ao recinto. e leia as prerrogativas na CF/88 que é a lei maior e dá o porte diferenciado ao policial, seja ele de qualquer uma das policias: Federal, Rodoviaria Federal, Ferroviária (ainda existem alguns), militar e civil. E ainda ha precedentes para promotores de justiça, juizes e agentes penitenciários.

    • Marllon novembro 26, 2013 às 6:30

      Você leu e entendeu a reportagem? acho que não!

    • Ricardo novembro 26, 2013 às 8:59

      Para cumprir a ordem de prisão, foi necessária a entrada forçada no estabelecimento, em conformidade com o previsto no artigo. 5° da CF, que permite à autoridade policial agir de tal forma diante da constatação de um flagrante delito.

    • Rafa novembro 26, 2013 às 9:33

      Você já ouviu falar em estrito cumprimento do dever legal? Se uma pessoa tivesse assaltando o banco ele não poderia quebrar o vidro pra agir? Pois é, houve um crime da mesma forma, e ele agiu.

    • Marcos dos AnjosMarcos novembro 26, 2013 às 12:02

      Ele quebrou pra cumprir a prisão que o delegado havia determinado.

    • Anonymous novembro 26, 2013 às 12:06

      Desorientado é tu infeliz!
      Quando estamos de folga, acontece um crime w temos a oportunidade legal de usar a arma, protegemos a sociedade e um “sem noção” igual a vc v falar de desorientação?!
      Vc deve ser um recalcado que nunca conseguiu ser policial e não sabe o valor de portar uma arma.
      Vai dormir!

    • Ivan novembro 27, 2013 às 2:36

      Então para você quando um cidadão exerce seu DIREITO previsto em LEI ele é um desorientado!?!

    • Jose Elizeu Da Costa Ferreira novembro 27, 2013 às 16:28

      Voce realmente deve estar dormindo até hoje. Então acorde e va pelo menos ter noções de direito.

  67. Anonymous agosto 5, 2010 às 0:45

    parabéns para este policial e para os delegados que acompanharao o caso, isso é falta de conhecimento dos gerentes de banco e vigilantes, abraço VSM – RGS, policial militar

    • Cidadão Quem novembro 25, 2013 às 16:38

      Escrever errado depõe contra a gloriosa PM… Existe erro de tempo verbal “ão” é futuro e o correto é “acompanharAM” e de acentuação. Quem não sabe ler e escrever não pode estar apto a portar arma…

  68. Anonymous junho 16, 2010 às 0:21

    Todos os policiais tem o direito de entrar em qualquer estabelecimento seja ele qual for desde que seja meramente identificado: parabéns pela atuação do policial civil! embora os direito dos PM da Bahia não seja respeitado, isso só acontece com policia civil que tem o amparo da Delegacia e dos delegados.

    • Roger novembro 25, 2013 às 13:16

      Parabéns ao policial, pois agiu de acordo com lei e bem orientado, pois entrou em contato com a autoridade que ele representa, o delegado de polícia. Para os Zés manes que estão criticando vão estudar um pouco mais, comece com leia a lei do desarmamento. Antes de criticar procure ver os fatos na íntegra.

    • Allyson novembro 25, 2013 às 20:05

      Quem dera se a polícia militar fosse unida na parte de lei como esse caso do policial civil! Mais tenho fé que a militar ainda mude!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.923 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: